O técnico Muricy Ramalho está de volta ao Santos. Nesta quarta-feira, o treinador voltou a participar de um treinamento da equipe no CT Rei Pelé, mas preferiu apenas assistir à atividade de finalizações comandada pelo auxiliar Tata. Sentado num dos bancos de reservas ao lado do campo, o técnico campeão da Libertadores não interferiu no trabalho do assistente, que esteve à frente da equipe nas últimas duas semanas.

Muricy já havia ido ao CT Rei Pelé na sexta-feira passada, quando apenas conversou com Tata e os jogadores e concedeu entrevista coletiva. A expectativa era de que ele retornasse efetivamente ao trabalho nesta terça, mas os planos foram adiados por um dia. Agora, ele deverá ficar internado no Hotel Recanto dos Alvinegros (anexo ao CT) até o jogo de domingo, na Vila Belmiro, contra o Vasco.

O treinador estava afastado há exatas duas semanas, em razão das dores lombares provocadas por uma hérnia de disco. Ele estava concentrado com o elenco para o jogo contra o Botafogo, na quarta-feira dia 19, antes de ser levado ao hospital, assistido pelo médio Joaquim Grava. Nos três dias que ficou hospitalizado, Muricy refletiu sobre o agravamento do seu antigo problema de hérnia de disco e decidiu optar pelo tratamento conservador – medicamento, fisioterapia e repouso – em vez da cirurgia, que implicaria no seu afastamento por seis meses, no mínimo, para realizar o seu sonho de disputar o Mundial.