Sem repetir as oscilações da estreia, Andy Murray não teve qualquer problema para avançar à terceira rodada de Wimbledon nesta quinta-feira. Contando com o apoio maciço da torcida, o escocês arrasou o holandês Robin Haase em sets diretos, com parciais de 6/1, 6/1 e 6/4, em apenas 1h27min de duelo.

Na terceira rodada, o número três do mundo vai encarar o vencedor da partida entre o italiano Andreas Seppi e o croata Borna Coric, uma das promessas do circuito profissional. Eles se enfrentam ainda nesta quinta.

Depois das hesitações da rodada de abertura, Murray teve um início de jogo sólido e fulminante. Ele dominou Haase com facilidade ao faturar duas quebras de saque em sequência, abrindo caminho para fechar o set inicial em 6/1. O roteiro foi semelhante na segunda parcial.

Murray só encontrou certa dificuldade no terceiro set, quando o holandês passou a se defender com mais eficiência. Mesmo assim, o tenista da casa se impôs a partir dos vacilos do rival – foram 27 erros não forçados em toda a partida, contra 11 do britânico -, sacramentando a segunda vitória nesta edição do Grand Slam londrino. Se mantiver o ritmo, Murray poderá cruzar com o francês Jo-Wilfried Tsonga nas oitavas de final.

Mais cedo, nesta quinta, um duelo de australianos abriu o dia na chave masculina. E Samuel Groth levou a melhor sobre James Duckworth, por 7/5, 6/4 e 7/6 (8/6). Groth poderá ser o adversário de Roger Federer na terceira rodada. Para tanto, o suíço precisa vencer nesta quinta o norte-americano Sam Querrey.