O britânico Andy Murray segue com campanha impecável no Masters 1000 de Xangai. Neste sábado, o quarto melhor tenista do ranking mundial garantiu uma vaga na decisão ao superar o argentino Juan Monaco por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1. Ele aguarda na final o vencedor do confronto entre Novak Djokovic e Roger Federer.

Para chegar à decisão, Murray ainda não perdeu nenhum set no torneio chinês. Seu jogo mais complicado foi contra o francês Jeremy Chardy, vencido por 6/3 e 6/4. Nem mesmo Jo-Wilfried Tsonga, 13.º do ranking, conseguiu fazer frente ao britânico nas quartas: foi derrotado por duplo 6/2.

Com a inspirada campanha, o tenista britânico se coloca como forte candidato a conquistar seu segundo título na temporada e o 16.º na carreira, mesmo que os possíveis adversários da final possam ser considerados favoritos – Djokovic é o vice-líder do ranking e Federer o terceiro do mundo.