O escocês Andy Murray sofreu nesta quarta-feira, mas conseguiu estrear com vitória no Masters 1000 de Paris. O número quatro do mundo precisou ficar em quadra até à 1h45 da manhã, no horário local, para superar o americano James Blake por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (5/7) e 7/6 (7/4).

Embalado pelo título do ATP de Valência, no domingo, Murray apostou no forte saque para sair em vantagem nesta quarta. O britânico acertou 21 aces e aproveitou 84% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço. No primeiro set, esse número chegou a 93%, deixando o tenista à frente no placar.

Mas no segundo set, o atual número 41 do ranking equilibrou a partida. Os dois tenistas salvaram seus break points e não cederam quebras de saque ao adversário. Mais confiante, Blake empatou o confronto ao vencer o tie-break.

O duelo foi ainda mais parelho na terceira parcial. Nenhum dos dois sequer teve o saque ameaçado. Murray voltou a mostrar eficiência no saque, mas o americano se defendeu no fundo de quadra e levou novamente o jogo para o tie-break. Dessa vez, porém, o escocês se saiu melhor e fechou a partida após 2h13min.

Nas oitavas de final, o número quatro do mundo vai encarar o checo Radek Stepanek, que passou nesta quarta pelo sérvio Victor Troicki.