Na primeira rodada do Campeonato Brasileiro após a parada por causa da Copa do Mundo, o Atlético Paranaense mostrou que não evoluiu e voltou a perder na competição. O Cruzeiro, que teve a estreia do técnico Cuca, aproveitou e venceu a partida por 2 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba. O resultado manteve o time da casa na zona de rebaixamento, com sete pontos, enquanto que a equipe mineira chegou aos 12, em posição intermediária na tabela de classificação.

A partida começou equilibrada, com os times ainda sentindo a falta de ritmo por causa da parada durante a Copa. Mesmo fora de casa, foi o Cruzeiro que esteve mais próximo do gol logo aos 10 minutos, quando Thiago Ribeiro chutou com perigo e Neto precisou fazer uma difícil defesa. Após esse lance, porém, o jogo passou a ser truncado, com muitas faltas das duas equipes.

O ritmo caiu e somente no final da primeira etapa o torcedor ganhou um pouco de emoção, em cobrança de falta perigosa de Paulo Baier. Quando as equipes se preparavam para terminar a primeira etapa, Thiago Ribeiro aproveitou vacilo da zaga atleticana e tocou sem problemas para Wellington Paulista cabecear, sem marcação, e abrir o placar aos 45 minutos.

Na segunda etapa, o time rubro-negro paranaense voltou disposto a empatar com Branquinho na vaga de Vítor, que deu mais movimentação ao setor de meio de campo. E sufocou o Cruzeiro em seu campo nos primeiros quinze minutos. Os mineiros seguraram a pressão e, em um contra-ataque, Wellington quase marcou novamente, após um forte chute de fora da área.

O Atlético voltou a pressionar, mas a ansiedade impedia a sequência de passes e logo o time levava contra-ataques. Paulo Baier, aos 38 minutos, em cobrança de falta, e Branquinho em um chute de fora da área tentavam dar mais ritmo, mas o time parava na defesa cruzeirense. No final, aos 41, Wellington Paulista recebeu uma bola na intermediária e deu um passe preciso para Robert, que apenas deslocou a bola do goleiro Neto.

Para o capitão Paulo Baier, o resultado foi justo. “No segundo tempo o time foi bem, mas não conseguimos marcar e ainda levamos mais um gol, não sei se estava impedido, mas foi merecido”, disse.

Ficha técnica

Atlético-PR 0 x 2 Cruzeiro

Atlético-PR – Neto; Wagner Diniz, Manoel, Rhodolfo e Jean (Eli Sabiá); Fransérgio, Vítor (Branquinho), Paulo Baier e Paulinho; Alex Mineiro (Thiago Santos) e Bruno Mineiro. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

Cruzeiro – Fábio; Jonathan, Gil, Cláudio Caçapa e Diego Renan; Fabrício, Henrique, Roger (Marquinhos Paraná) e Gilberto (Fabinho); Thiago Ribeiro (Robert) e Wellington Paulista. Técnico: Cuca.

Gols – Wellington Paulista, aos 45 minutos do primeiro tempo; Robert, aos 41 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – Manoel (Atlético-PR); Roger (Cruzeiro).

Árbitro – Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP).

Renda – R$ 190.340,00.

Público – 13.952 pagantes (14.983 no total).

Local – Arena da Baixada, em Curitiba (PR).