A Chapecoense segue impossível neste início de Campeonato Brasileiro da Série B. Depois de cumprir um jogo de suspensão devido aos incidentes na Série C do ano passado, o time catarinense voltou a jogar na Arena Condá, em Chapecó (SC), nesta sexta-feira, onde é quase imbatível, pela quinta rodada. E o resultado não poderia ser outro: 5 a 1 sobre o ABC. A derrota deve culminar com a saída do técnico Paulo Porto do time potiguar e Argel Fucks aparece como primeira opção.

Essa é a maior goleada até agora nesta Série B, quebrando a marca da própria Chapecoense e do Sport, que haviam vencido Boa e Guaratinguetá, respectivamente, por 4 a 1.

Ainda sem perder, a Chapecoense chegou à terceira vitória seguida e manteve a liderança isolada, com 13 pontos, seguida de perto pelo Joinville, que tem um ponto a menos. Por outro lado, o ABC ainda não sabe o que é vencer na Série B e é o lanterna, com apenas dois pontos em cinco jogos.

O que se viu na Arena Condá foi um verdadeiro atropelamento da Chapecoense para cima do ABC. Aos sete minutos, Fabinho Gaúcho escapou pela esquerda e cruzou rasteiro para Soares abrir o placar. Na sequência, Renato recuou mal e a bola encobriu Lopes, sobrando limpa para Bruno Rangel completar de cabeça. Aos 17, Leandro Santos tocou com a mão na bola e o árbitro assinalou pênalti, convertido por Bruno Rangel, que bateu com força e no canto.

O quarto gol dos donos da casa saiu aos 29 minutos. Athos fez grande jogada individual, invadiu a área e tocou na saída de Lopes. Depois, a Chapecoense diminuiu o ritmo e apenas administrou.

Diferente do primeiro tempo, a etapa final não teve tantos lances de emoção. A Chapecoense controlava a partida, enquanto que o ABC parecia entregue em campo, tanto que levou o quinto gol aos 34 minutos. Tiago Luís puxou contra-ataque e soltou a bomba para grande defesa de Lopes. O rebote, porém, sobrou para Soares, que completou.

Depois disso, a torcida aproveitou para fazer a festa nas arquibancadas e comemorar a manutenção da liderança isolada, mesmo com o gol de honra do ABC, aos 45 minutos, marcado por Wanderley.

Os dois times voltam a campo na próxima terça, pela sexta rodada, a última antes da parada para a Copa das Confederações. A Chapecoense recebe o Paysandu, às 19h30, na Arena Condá. Já o ABC enfrenta o Boa, às 21h50, no estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG).

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 5 x 1 ABC

CHAPECOENSE – Nivaldo; Fabiano, Rafael Lima, Dão e Fabinho Gaúcho (Tiago Saletti); Wanderson, Diogo Felipe (Glaydson), Alan e Athos (Tiago Luís); Soares e Bruno Rangel. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

ABC – Lopes; Renato, Leandro Cardoso (Guto), Vinícius e Lino; Leandro Santos, Mateus (Wanderley), Bileu e Jean Carioca; Alvinho (Rafael Santiago) e Rodrigo Silva. Técnico: Paulo Porto.

GOLS – Soares, aos 7, Bruno Rangel, aos 14 e aos 17 (pênalti), e Athos, aos 29 minutos do primeiro tempo; Soares, aos 34, e Wanderley, aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Tiago Saletti (Chapecoense); Leandro Cardoso, Leandro Santos e Wanderley (ABC).

ÁRBITRO – Felipe Gomes da Silva (RJ).

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 5.589 pagantes.

LOCAL – Arena Condá, em Chapecó (SC).