A nadadora australiana Chloe McCardel sofreu uma grave queimadura por águas-vivas e desistiu de se tornar a primeira pessoa a atravessar a nado, sem uma gaiola antitubarões, o estreito marítimo de 106 quilômetros que separa Cuba da Flórida.

McCardel, de 28 anos, já havia passado 11 horas na água quando desistiu da travessia, por causa de uma “ferroada severa e debilitante de água-viva”, disse sua equipe de apoio em nota.