Com apenas quatro derrotas em 69 jogos na temporada, Rafael Nadal é novamente o melhor tenista do mundo. Nesta segunda, a ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) atualizou seu ranking, que agora mostra Nadal na ponta, ultrapassando Novak Djokovic. No domingo, a final do Torneio de Pequim foi vencida pelo sérvio, mas o espanhol pulou para o primeiro lugar porque não tinha pontos a defender.

Nadal assume a posição de número 1 do mundo pela terceira vez na carreira, depois de uma temporada brilhante. Ele conquistou 65 vitórias em 69 jogos, faturou 10 títulos em 13 torneios disputados, incluindo dois de Grand Slam. Em Pequim, fez sua 13ª final do ano.

O espanhol ascendeu ao topo em 2008 e permaneceu ali durante 46 semanas até ser superado por Roger Federer no ano seguinte. Em 2010, Nadal conseguiu retomar o posto e seguiu como líder do ranking por 56 semanas.

Em 2011, Djokovic chegou ao topo pela primeira vez e, partir daí, passou a se alternar na liderança com Federer, o recordista de semanas à frente do ranking. Após voltar ao topo, Nadal deve terminar a temporada como número 1, com boa vantagem sobre os rivais. Como estava lesionado no fim do ano passado, não defenderá nenhum ponto. Assim, só subirá na pontuação.

A lista dos 10 melhores do mundo teve outras duas alterações importantes. O argentino Del Potro se tornou o quinto do ranking depois de ser campeão em Tóquio, ultrapassando o checo Tomas Berdych e também Roger Federer, que agora é novamente apenas o sétimo do mundo. Mesmo eliminado na segunda rodada em Pequim, o suíço Stanislas Wawrinka tirou o oitavo lugar do francês Jo-Wilfried Tsonga, que também foi mal, em Tóquio.

Entre os brasileiros, poucas alterações. Thomas Bellucci continua como o melhor do ranking, mantendo o 117º lugar apesar de estar machucado, Rogério Dutra Silva subiu três posições e agora é o 129º depois de ser semifinalista no Challenger de São Paulo. João Souza, o Feijão, perdeu 15 posições e agora é o 158º.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1.º Rafael Nadal (ESP), 11.160

2.º Novak Djokovic (SER), 11.120 pontos

3.º Andy Murray (GBR), 6.895

4.º David Ferrer (ESP), 6.710

5.º Juan Martín del Potro (ARG), 4.925

6.º Tomas Berdych (RCH), 4.610

7.º Roger Federer (SUI), 4.515

8.º Stanislas Wawrinka (SUI), 3.150

9.º Jo-Wilfried Tsonga (FRA) 3.115

10.º Richard Gasquet (FRA), 3.095

11.º Milos Raonic (CAN), 2.815

12.º Tommy Haas (ALE), 2.355

13.º John Isner (EUA), 2.115

14.º Gilles Simon (FRA), 2.095

15.º Jerzy Janowicz (POL), 2.060

16.º Nicolás Almagro (ESP), 2.030

17.º Fabio Fognini (ITA), 1.885

18.º Kei Nishikori (JAP), 1.840

19.º Tommy Robredo (ESP), 1.830

20.º Kevin Anderson (AFS), 1.775

117.º Thomaz Bellucci (BRA), 480

129.º Rogério Dutra Silva (BRA), 446

158.º João Souza (BRA), 335

180.º Guilherme Clezar (BRA), 286