O número 1 do mundo Rafael Nadal esteve perto de ser eliminado nesta quinta-feira, mas se superou para seguir buscando o título inédito do Masters 1000 de Cincinnati, uma das poucas conquistas importantes que o espanhol não tem na carreira. Diante do francês Julien Benneteau, Nadal precisou salvar um match-point para vencer de virada.

Após 2h48, o líder do ranking mundial confirmou a vitória por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/6 (8/6) e 6/2. O complicado triunfo veio graças a uma quebra essencial no segundo set, quando Benneteau liderava a parcial. No tie-break, o principal favorito no piso duro norte-americano mostrou a sua força e abriu 4/1, mas viu o francês virar para 6/5. Com a força mental característica, Nadal evitou o match-point e empatou o jogo.

Passado o susto, o espanhol não deu mais chances para Benneteau. No terceiro set, confirmou as três possibilidade de quebra que teve e garantiu a vitória. No fim, terminou com um aproveitamento modesto no primeiro e segundo serviços – 72% e 47%, respectivamente. Além disso, marcou apenas cinco aces, contra 13 do francês.

Classificado às quartas de final, Nadal duelará contra Marcos Baghdatis. Algoz do brasileiro Thomaz Bellucci, o tenista do Chipre surpreendeu mais um cabeça de chave ao vencer o checo Tomas Berdych, sétimo favorito, por 2 a 0, parciais de 7/5 e 6/4. Número 20 do mundo, Baghdatis é freguês de Nadal, com seis derrotas e nenhuma vitória no confronto direto.