Rafael Nadal sofreu para confirmar o seu favoritismo nesta sexta-feira, mas venceu o italiano Fabio Fognini por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 2/6, 6/4 e 6/1, e garantiu vaga na semifinal do Torneio de Pequim. Com o resultado, o espanhol também ficou a um triunfo de assegurar o seu retorno ao topo do ranking mundial.

Atual vice-líder da listagem da ATP, Nadal precisa apenas ser finalista na China para ultrapassar o sérvio Novak Djokovic, atual campeão do torneio e que defende os pontos da conquista do ano passado.

Com o triunfo sobre Fognini, que chegou a estar muito próximo da vitória no segundo set, Nadal se credenciou para enfrentar Tomas Berdych na semifinal. Quarto cabeça de chave, o checo avançou em Pequim ao derrotar o norte-americano John Isner por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/2.

Depois da suada vitória, Nadal revelou que foi atrapalhado por dores no joelho esquerdo, sendo que ele chegou a ficar sete meses afastado das quadras por causa de uma operação justamente no joelho, antes de retornar de forma espetacular ao circuito profissional, ainda na fase inicial desta temporada.

Fognini começou melhor o duelo desta sexta. O italiano aproveitou três de quatro chances de que quebrar o saque do espanhol, que conseguiu converter apenas um break point, e com isso fechou a primeira parcial em 6/2.

O segundo set, por sinal, indicava que Fognini iria liquidar o jogo, pois chegou a abrir 3 a 0 e depois 4 a 1, depois de obter uma quebra de saque. Porém, o atual 19.º colocado do ranking mundial vacilou em momentos decisivos e viu o espanhol reagir, converter dois de sete break points e ganhar cinco games seguidos para fazer 6/4.

E a virada no segundo set acabou abalando Fognini, que foi atropelado na última parcial. Confiante, Nadal foi feliz em três de quatro oportunidades de quebrar o serviço do rival e, sem ter o saque quebrado, aplicou um 6/1 para fechar o jogo.

Outro tenista que assegurou vaga na semifinal na China em duelo já encerrado nesta sexta-feira foi o francês Richard Gasquet, que passou pelo espanhol David Ferrer, terceiro cabeça de chave, com parciais de 6/3 e 6/4. O próximo rival de Gasquet sairá do confronto entre Djokovic e o norte-americano Sam Querrey, também previsto para ser encerrado nesta sexta.