Em confronto que marcou a sua volta ao piso duro depois de quase um ano sem atuar neste tipo de superfície, Rafael Nadal foi derrotado por Juan Martín del Potro, em jogo de exibição no Madison Square Garden, em Nova York, encerrado no início da madrugada desta terça-feira. O argentino derrotou o espanhol por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/4, em duelo que serviu como aquecimento para o Masters 1.000 de Indian Wells, cuja chave principal começa na quinta-feira.

Realizada em clima descontraído, conforme já era esperado, a partida marcou as comemorações do Dia Mundial do Tênis, data implantada pela Federação Internacional da modalidade, e contou com a presença de casa cheia no mítico ginásio de Nova York.

Campeão do Torneio de Acapulco, realizado em piso de saibro e encerrado no último final de semana, Nadal não atuava em uma quadra sintética desde o Masters 1.000 de Miami, realizado no final de março do ano passado. Este tipo de superfície exige mais do seu joelho, cuja lesão o deixou afastado das quadras por sete meses, e o atual quinto colocado do ranking mundial comemorou o fato de ter jogado diante de Del Potro sem restrições.

“Comecei a me sentir livre para correr por cada bola. Isso é ótimo para mim”, disse Nadal, depois de ter admitido, há uma semana, antes de atuar em Acapulco, que não sabia como o seu joelho iria reagir diante da sequência de jogos em dois diferentes pisos.

Sorridente em quadra, Nadal entrou no clima festivo do confronto e chegou a convidar o ator Ben Stiller, presente no Madison Square Garden, para jogar ao seu lado em um breve “duelo” de duplas diante de Del Potro e uma menina escolhida em meio ao público.

Antes da partida entre o argentino e o espanhol, as duas principais tenistas da atualidade se enfrentaram em outro jogo de exibição no local. A norte-americana Serena Williams, líder do ranking mundial, venceu a bielo-russa Victoria Azarenka, segunda colocada da WTA, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.