O argentino David Nalbandian venceu o russo Mikhail Youzhny por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5), 6/4 e 6/3, neste domingo, em Moscou, e garantiu ao seu país um lugar nas semifinais do Grupo Mundial da Copa Davis.

Com o resultado, a Argentina fechou em 3 a 2 a série melhor de cinco partidas contra a Rússia, válida pelas quartas de final. Antes de Nalbandian vencer, Nikolay Davydenko bateu Eduardo Schwank por 3 sets a 1, de virada, com 4/6, 6/3, 6/1 e 6/4, deixando os russos vivos na disputa neste domingo.

No último sábado, a Argentina venceu a partida de duplas e ficou na frente na disputa com os russos. Horacio Zeballos e Schwank derrotaram Davydenko e Igor Kunitsyn por 3 sets a 1, um dia depois de cada país conquistar uma vitória. Na sexta-feira, Nalbandian abriu o confronto com um triunfo sobre Davydenko, enquanto Youzhny superou Leonardo Mayer e empatou o duelo.

Agora, a Argentina terá pela frente na semifinal a França, que neste domingo fechou em 5 a 0 sobre a Espanha o confronto que já havia sido liquidado no último sábado, em Clermont-Ferrand (FRA). A supremacia total na série melhor de cinco entre os países foi garantida com uma vitória de Julien Benneteau sobre Feliciano López por 2 sets a 0, com 7/6 (7/3) e 6/4, logo depois de Gilles Simon bater Nicolas Almagro por duplo 7/6, com 7/4 e 9/7 nos tie-breaks.

A Espanha não lamentava uma derrota por 5 a 0 na Davis desde 1957, quando a África do Sul aplicou este mesmo contundente placar em confronto realizado em Barcelona. Em muito o fato pode ser creditado à ausência de Rafael Nadal, líder do ranking mundial, que foi poupado do confronto por causa de dores nos joelhos.