No último domingo, o Napoli conseguiu matematicamente a classificação à próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. Três dias depois, nesta quarta-feira, foi a vez de se garantir diretamente na fase de grupos da competição continental. Esta vaga veio com a vitória sobre o Bologna por 3 a 0, fora de casa, pela 36.ª e antepenúltima rodada, que assegurou ao time napolitano o segundo lugar do Campeonato Italiano – apenas os dois primeiros colocados vão à fase de grupos, enquanto que o terceiro jogará uma fase preliminar.

Com 75 pontos, o Napoli não pode mais ser ultrapassado pelo Milan, que mais cedo goleou o rebaixado Pescara por 4 a 0 e foi a 68. Os gols da equipe de Nápoles saíram no segundo tempo – Hamsik, aos oito minutos, Cavani, de pênalti, aos 18, e Dzemaili, aos 22. Com mais um gol no campeonato, Cavani se isola ainda mais na artilharia da temporada, agora com 27 gols.

Com a goleada do Milan sobre o Pescara, a briga pela terceira vaga italiana na Liga dos Campeões ficou restrita ao time de Milão e à Fiorentina, que nesta quarta ganhou o duelo da Toscana contra o Siena por 1 a 0 (gol de Rodríguez), fora de casa, e subiu para 64 pontos, na quarta colocação. Nas duas últimas rodadas, o clube de Florença terá de tirar os quatro pontos de desvantagem.

Na luta para se classificar à Liga Europa, a Udinese deu um grande passo ao bater o Palermo por 3 a 2, na Sicília, e ultrapassar a Roma para assumir a quinta posição. Com 60 pontos, o time de Údine agora tem dois a mais que os dois clubes da capital – a Roma perdeu na última terça para o Chievo Verona e a Lazio venceu a Internazionale, em Milão, por 3 a 1 (o brasileiro Hernanes marcou, de pênalti, um dos gols da vitória).

Na parte de baixo da tabela de classificação, Siena e Palermo ficaram em situação muito complicada com as derrotas para Fiorentina e Udinese. Com 30 e 32 pontos, respectivamente, viram Genoa e Torino empatarem sem gols, em Turim, e se distanciarem mais da zona de rebaixamento. O clube de Gênova está com 36 pontos e o de Turim, com 37.

Bicampeã antecipada no último domingo, a Juventus venceu mais uma vez. Em Bérgamo, derrotou a Atalanta por 1 a 0, com gol de Matri aos 18 minutos do primeiro tempo, e chegou aos 86 pontos. Mas o jogo teve um sério incidente aos 28 minutos do primeiro tempo, quando houve uma troca de agressões entre as torcidas, que atiraram sinalizadores em direções aos adversários. O fato acabou provocando uma paralisação da partida por quase oito minutos.

Ainda nesta quarta, Sampdoria e Catania empataram por 1 a 1, em Gênova, e o Parma derrotou o Cagliari por 1 a 0, mesmo jogando fora de casa.