Em meio à festa pelo título da Copa da Itália, conquistado no último sábado, o Napoli teve nesta terça-feira mais um motivo para comemorar com seus torcedores. Pelo encerramento da 36.ª e antepenúltima rodada do Campeonato Italiano, o time napolitano derrotou em casa o Cagliari, por 3 a 0, e garantiu matematicamente uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa.

Com 72 pontos, o Napoli está em terceiro lugar e não pode mais ser alcançado pela Fiorentina, que ficou com 61 ao ser derrotado em casa pelo Sassuolo por 4 a 3, também nesta terça. Esta será a terceira vez em quatro temporadas que o time napolitano jogará a Liga dos Campeões. No entanto, desta vez não entrará direto na fase de grupos e terá de disputar o playoff final, em jogos de ida e volta, para se garantir na etapa principal da competição europeia.

Mesmo com um time misto escalado pelo técnico espanhol Rafa Benítez, o Napoli não teve problemas para derrotar o Cagliari, já livre do risco de rebaixamento. No primeiro tempo, o goleiro espanhol Pepe Reina, que o clube quer contratar em definitivo junto ao Liverpool, não precisou trabalhar e viu seus companheiros abrirem 2 a 0 com gols do belga Mertens, em cobrança de pênalti, e do macedônio Pandev.

Na segunda etapa, até com o reserva Rafael Colombo no lugar de Reina, o Napoli fez mais um, desta vez com o volante suíço Dzemaili. Neste momento, já estava com um jogador a mais depois da expulsão do goleiro Silvestri por ter feito pênalti, desperdiçado pelo eslovaco Hamsik, em Pandev.

Em Florença, de ressaca pela perda do título da Copa da Itália, a Fiorentina jogou mal e perdeu do Sassuolo, que luta para fugir do rebaixamento. No primeiro tempo, os visitantes abriram 3 a 0. No segundo, os donos da casa diminuíram para 3 a 1, levaram o quarto em seguida e ainda reagiram, tardiamente, para 4 a 3.

O resultado deixa a Fiorentina na quarta posição, já garantida na próxima edição da Liga Europa. O Sassuolo, caçula na Série A, está em boa fase nesta reta final de campeonato e subiu para a 16.ª colocação com 31 pontos, dois a mais que o Bologna, que abre a zona da degola na 18.ª posição.