Ji Ji Ji, do Stud Chico City II,
dirigido por Cristiano Martins,
conseguiu firme vitória, sob os
cuidados de Ricardo Colombo.

O Clássico Primavera, corrida mais importante de domingo, deverá atrair bom público ao Tarumã, não só pela categoria das éguas inscritas, que prometem decisão sensacional, como também pela participação de Nelito Cunha, campeão das estatísticas de Cidade Jardim e A.Queiroz, outro grande piloto do turfe paulista, que ganhou com Impardonnable o Grande Prêmio Paraná de 2001. Entre os pilotos do turfe local participarão alguns dos melhores, que inclusive costumam atuar com freqüência em São Paulo, a exemplo de João Sampaio Cardoso, Manoel Marquez, Edgar Araújo, Elizeu Pires do Santos e Orlei Ribeiro.

Uma corrida, portanto, que deverá atrair bom público ao Tarumã, mas lamenta-se que não poderá ser assistida por turfistas de outros centros, pois até agora a volta das simulcastings não foi confirmada.

O Prêmio João Luiz Garcez é uma justa homenagem ao saudoso turfista, que muito fez pelo turfe como criador, proprietário e diretor do Jockey Club. Uber Herr Alles, Mark Brown, Quatz, Ultralloires e Emerald Gun, produtos de três anos, prometem movimentada decisão.

O Clássico Primavera, que vem sendo realizado desde l942, quando Cocarde, defendendo as cores de Wanda Berquó conseguiu boa vitória, dirigida por Constante Bini e apresentada por Afonso Piotto. Assim, também pela tradição, é uma das provas de maior tradição do turfe paranaense.

Estreantes

A reunião do próximo domingo conta com onze estreantes, sendo dez produtos da nova geração, enquanto Octogonal, 4 anos, conseguiu 1 vitória e 4 colocações no Hipódromo da Gávea. Na edição de amanhã apresentaremos as principais características dos animais que correrão pela primeira vez, no Tarumã.