O Atlético confirmou ontem a venda do goleiro Neto para a Fiorentina. O jogador chegará ao seu novo clube já com status de grande investimento. Procurado, ele não quis dar detalhes da transação, alegando que só poderá se pronunciar após a chegada no novo clube, por orientação dos dirigentes italianos.

“Não posso falar nada até segunda-feira. A Fiorentina que me pediu”, disse o jogador vendido por 3,5 milhões de euros (R$ 7,3 milhões) – uma das maiores transações envolvendo goleiros no futebol brasileiro.

Ao site oficial do Rubro-Negro, Neto declarou que está realizando um sonho e que isso tudo ele deve exclusivamente ao Atlético, clube que o criou e deu projeção à sua carreira.

“Minha vida toda sempre esteve ligada ao Atlético. Tudo o que eu sou, e tudo que aprendi no futebol, devo ao clube. Por isso, levo recordações muito boas desses sete anos que passei aqui no Atlético Paranaense”, declarou.

O interesse precoce de outros clubes por Neto foi uma surpresa até mesmo para o presidente Marcos Malucelli, que não esperava uma oferta tão contundente já no início da carreira profissional do jogador.

“Não queríamos vender o Neto, mas a proposta foi muito boa é aceitamos negociar porque é difícil conseguir uma transação desse porte por um goleiro”, disse o dirigente.