O técnico Ney Franco, do Botafogo, culpou o árbitro Marcelo de Lima Henrique pela derrota por 1 a 0 no clássico contra o Flamengo. Para o treinador, o juiz entrou em campo com o intuito de ajudar o time da casa – no caso, o adversário.

“O jogo era com o mando de campo do Flamengo, com toda a sua torcida. E logo no início do jogo, houve um pênalti a nosso favor que o juiz não deu, e a gente sabe que tem juízes que são caseiros, e essa questão do mando de campo ela pesa muito”, afirmou.

“Num jogo como esse, em que você tem um juiz que pesa o mando de campo, ele vai ser a favor do time da casa, que foi o Flamengo hoje”, disse Ney Franco, que tentou dividir a culpa pela má fase da equipe, mas acabou voltando a falar de arbitragem.

“Essa nossa seqüência ruim é culpa da parte técnica em alguns momentos, da parte tática em outros momentos, e em muitos momentos erros de arbitragem”, afirmou.

Com a derrota, o Botafogo continua com 49 pontos e está na oitava colocação no Campeonato Brasileiro, sem chances de chegar à Libertadores, e com vaga praticamente certa na Sul-Americana.