Em toda a campanha de recuperação do Coritiba na temporada um dos maiores destaques do clube é o técnico Ney Franco, que prometeu dar a volta por cima com o Verdão e mesmo diante de propostas tentadoras, como a do Cruzeiro, o mineiro resolveu cumprir seu contrato e só deixará o clube no fim da temporada para treinar a seleção brasileira Sub-20.

O técnico, que é um colecionador de títulos, foi campeão Paranaense neste ano e faz uma campanha sensacional na Série B, mesmo tendo jogado o primeiro turno inteiro fora de Curitiba, devido à punição imposta pelo STJD devido aos incidentes ocorridos no fatídico jogo contra o Fluminense.

Em 30 jogos nesta Série B foram 18 vitórias, 5 empates e apenas 7 derrotas. O Coritiba tem o melhor ataque da competição, com 55 gols marcados e é o time que mais venceu, juntamente com o Figueirense.

O sonho de voltar a Série A está próximo. Segundo as contas dos matemáticos, com mais duas vitórias, ou menos, o Verdão estará de volta à elite do futebol brasileiro, assim como prometeu Franco, no fim do ano passado.

E do outro lado…

Roberto Cavalo tem sido o grande responsável por salvar o Paraná Clube de um desastre maior em sua história. Em 2009, o treinador foi chamado para evitar a queda do Tricolor para a Série C. Não decepcionou e deixou a equipe ao final da temporada com dez jogos de invencibilidade. Este ano a missão é a mesma e Cavalo vem fazendo a sua parte mais uma vez. Já são quatro jogos, com três vitórias e um empate.

O comandante paranista tomou medidas que foram fundamentais para dar uma injeção de ânimo na equipe. Assim como na sua primeira passagem pelo clube, onde alterou a posição de Marcelo Toscano da lateral-direita para o ataque, Cavalo mostrou atitude para reerguer o Paraná. No atual momento, as promoções de Henrique e Kelvin, das categorias de base ao time profissional, ajudaram e muito a afastar o Tricolor da zona do rebaixamento.

“O Cavalo deu muita motivação para a gente, conhecia alguns jogadores já e nos deu moral. Estamos crescendo em um momento importante da competição e vamos lutar até onde der”, ressalta o capitão do time, o zagueiro Luís Henrique.

Para o clássico deste sábado, o técnico terá apenas um desfalque. O volante Chicão cumpre suspensão e deverá ser substituído por Luiz Camargo.