Na busca pela segunda vitória consecutiva na Copa Libertadores, o São Paulo vai manter o esquema com três atacantes diante do Arsenal de Sarandi, nesta quinta-feira, às 19h15, no Pacaembu. Aloísio, Osvaldo e Luis Fabiano continuam como titulares do ataque, com Jadson na armação e Paulo Henrique Ganso no banco de reservas.

A escalação foi a utilizada na manhã desta terça-feira durante o treino em campo reduzido no CT da Barra Funda. Na segunda parte da atividade desta terça, os jogadores treinaram cruzamentos e finalizações a gol. Desta forma, o técnico Ney Franco repetiu a formação titular que venceu o The Strongest por 2 a 1, no Morumbi, na última quinta.

Havia a expectativa de que o treinador são-paulino pudesse mexer na equipe. O treinador mandou a campo um time inteiramente reserva no último domingo, na vitória por 2 a 0 sobre o Penapolense, em Penápolis, pelo Campeonato Paulista.

O São Paulo lutará nesta quinta para melhorar a sua situação no Grupo 3 da Copa Libertadores, no qual hoje ocupa a vice-liderança, com três pontos, mesma pontuação do The Strongest, terceiro colocado nos critérios de desempate. Além disso, uma vitória deixaria os adversários argentinos seriamente ameaçados de eliminação, já que o time perdeu as duas partidas anteriores que disputou e está na lanterna da chave liderada pelo Atlético-MG, dono de duas vitórias em dois jogos até aqui.

Contra o Arsenal, nesta quinta-feira, o São Paulo deve ir a campo com a seguinte formação titular: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Lúcio e Cortez; Denilson, Wellington e Jadson; Aloísio, Osvaldo e Luís Fabiano.