As duas principais estrelas do Santos, Neymar e Ganso, corresponderam e garantiram a vitória sobre o Guarani, por 3 a 0, no primeiro jogo da final do Paulista, neste domingo. Após a partida, Neymar ressaltou que o time deve continuar focado: “Ainda não tem nada decidido. O Guarani é uma grande equipe”.

O primeiro gol do Santos foi marcado por Ganso aos 42 minutos do primeiro tempo. Arouca escorou a bola e o meia chegou batendo de fora da área. Ao final da partida, o camisa 10 afirmou que esse tipo de lance tem sido cobrado pelo técnico Muricy Ramalho: “Todo jogo o Muricy pede e vou procurar fazer isso (entrar na área e fazer gols)”, afirmou, mesmo admitindo que prefere passar a bola para os companheiros marcarem.

Neymar fez os seus gols no segundo tempo e admitiu que não sabe até onde pode chegar em sua carreira. Ele vive uma grande temporada, na qual já fez 23 gols em 22 jogos. No Paulistão, assumiu a artilharia isolada com 18 gols em 15 partidas disputadas. Ao ser questionado neste domingo sobre os seus limites no futebol, ele respondeu “Sinceramente não sei, isso é fruto de um trabalho que venho fazendo todos os dias nos jogos, nos treinos, na parte de condicionamento. Faço isso para poder conquistar tudo o que posso”.

O técnico do Guarani, Vadão, reconheceu a dificuldade de enfrentar o craque. “Com o Neymar jogando bem, a chance do Santos vencer aumenta muito”, disse o treinador após a partida. Neymar, por sua vez, espera seguir em evolução.

“Espero continuar evoluindo, tecnicamente, fisicamente, conquistando mais títulos”, projetou ao final do jogo. Ganso também comentou o grande momento que o companheiro vem vivendo. “É muito fácil jogar ao lado dele. Ele é muito bom, dentro e fora de campo. É muito responsável, humilde e, acima de tudo, companheiro. Por isso vem jogando muito bem”, disse.

Com os dois gols contra o Guarani, Neymar igualou Serginho Chulapa e João Paulo e tornou-se o maior artilheiro do Santos após a Era Pelé. O atacante soma agora 104 gols e tem a chance de isolar-se no topo da lista já na próxima quinta-feira, quando o time paulista irá enfrentar o Bolívar, na Vila Belmiro, no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores.