Vasco e Botafogo fazem neste domingo, às 16 horas, mais um clássico carioca para decidir o campeão da Taça Rio. No discurso, os dois clubes fazem questão de valorizar a taça que será entregue ao final da partida ao campeão do segundo turno do Campeonato Carioca, mas o jogo no estádio do Engenhão, no Rio, terá poucos atrativos em termos práticos: o resultado não terá nenhuma influência para as semifinais do Estadual e o clube de General Severiano vai a campo com um time misto.

Isso porque parte do elenco nem sequer está no Brasil. Depois de vencer o Atlético Nacional, em Medellín, na última quinta-feira, pela Copa Libertadores, os principais jogadores do Botafogo permaneceram na Colômbia se preparando para o confronto contra o Barcelona, em Guayaquil, no Equador, nesta quinta-feira. Apenas o técnico Jair Ventura e nove jogadores, quatro dos quais que nem estiveram em campo, voltaram ao Brasil.

Assim, o Botafogo vai em busca da taça com um time misto – o que, na visão de Jair Ventura, já é até demais. “Não gostaríamos de correr riscos nesta fase da Libertadores, mas é preciso entender que disputar um clássico, com a chance de ter a primeira conquista do ano, é muito importante”, comentou.

O Vasco, por sua vez, vai mais motivado. “Sem dúvida estar na história é muito melhor do que estar fora dela. Não temos que ler a história dos outros, temos que fazer. Acho que é um título tão importante quanto qualquer outro. Vai para o currículo”, disse o técnico Milton Mendes. “Seria uma felicidade grande para todos aqui se formos campeões”.

O time será basicamente o mesmo que passou pelo Flamengo na semifinal. A novidade ficará no ataque, que terá o retorno de Luís Fabiano. O atacante, punido com quatro jogos pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ), conseguiu um efeito suspensivo e estará em campo.

Apesar de o jogo ser no Engenhão, o mando de campo da partida é do Vasco. Os clubes, porém, entraram em acordo e as torcidas ocuparão os espaços historicamente usados por elas em jogos naquele estádio. Em caso de empate, o campeão da Taça Rio será conhecido na disputa de pênaltis.