A tarefa é dura, mas o Santos tenta esfriar a expectativa pela decisão da Copa do Brasil contra o Palmeiras. Pelo Campeonato Brasileiro, o time joga neste domingo as suas últimas fichas para voltar à Copa Libertadores – a equipe vacilou nas três últimas rodadas, perdeu lugar no G4 e quer explorar o desespero do Vasco, no estádio de São Januário, no Rio, às 17 horas, pela 37.ª e penúltima rodada, para se manter no bloco dos líderes.

Três dias antes da final contra o Palmeiras, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, a equipe vai a São Januário e precisa voltar a vencer. Os tropeços fizeram o Santos cair para o sexto lugar, ao ser ultrapassado por São Paulo e Internacional.

Quem terá a missão de interromper esta queda serão os reservas. O técnico Dorival Junior vai poupar os principais jogadores para que possam descansar para a partida desta quarta-feira. “Mantivemos a mesma equipe em todas os jogos, mas tivemos um desgaste muito grande nas dez últimas partidas, quando jogamos em gramado molhado e com chuva”, disse o treinador.

Segundo o técnico, a vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras, na Vila Belmiro, gerou um nível de desgaste físico acima do normal, situação que vai exigir cuidados para não perder atletas para a Copa do Brasil. Alguns titulares sequer devem viajar.

A saída será optar por uma formação alternativa. Segundo o técnico, o time vai a campo com uma escalação parecida à da rodada anterior, quando perdeu por 1 a 0 para o Coritiba, no Paraná. A aposta de Dorival Júnior é que ao contrário do que ocorreu na derrota em Curitiba, o time se mostre inspirado e criativo no meio-campo.

“Tivemos um período maior para treinar o time e esperamos ter uma equipe preparada. Ainda estamos vivos na competição e vamos com esse objetivo”, explicou Dorival Júnior, que lamentou ter de enfrentar o ex-clube em situação delicada.

O Santos deve ter como titular até mesmo um dos vilões da final contra o Palmeiras. O atacante Nilson chutou para fora uma chance sem goleiro, mas tem o apoio de Dorival Júnior e deve formar o ataque com Geuvânio. No gol, há uma dúvida. Vanderlei deve ser poupado, mas como o reserva Vladimir foi expulso por reclamação em Curitiba, Gabriel Gasparotto poderá jogar.

A estratégia será explorar os contra-ataques para conquistar a segunda vitória como visitante no Brasileirão. O desespero do Vasco, que pode terminar a rodada rebaixado em caso de derrota, é uma das apostas do Santos para sair de São Januário com o resultado positivo.