Auckland, Nova Zelândia -Ainda longe de sua melhor forma, Gustavo Kuerten mostrou, na madrugada de ontem, que ao menos determinação não vai lhe faltar neste início de temporada. Diante do eficiente saque do holandês Martin Verkerk, 84.º do mundo, o brasileiro soube se impor e venceu por apertados 7/6 (7/5) e 6/4, em cerca de 1h30 de jogo.

Guga, que nunca havia enfrentado Verkerk em torneios da ATP, enfrentou ontem à noite (após o fechamento desta edição) o norte-americano Michael Russell, que bateu o tcheco Radek Stepanek por 7/6 (7/4) e 6/4, ontem. Os dois jogadores se enfrentaram nas oitavas-de-final de Roland Garros em 2001, com vitória do catarinense por 3 sets a 2, de virada.

Kuerten precisou de paciência para sair de quadra com sua primeira vitória no ano. Apesar do bom aproveitamento de primeiros serviços, o brasileiro cedeu a vantagem ao rival logo no segundo game. Porém, beneficiado por três duplas-faltas de Verkerk, devolveu a quebra em seguida.

Daí em diante o jogo se transformou numa partida de xadrez, com os dois jogadores cometendo raros erros. Sem mais quebras, a definição foi para o tie-break. E com 6/5 no placar, pressionou o serviço do rival e fechou o desempate por 7/5.

Na segunda parcial, a história foi quase a mesma, com ambos servindo com eficiência. Mais experiente, Kuerten esperou a hora certa para dar o bote e fechar.