O governo de Pernambuco e a federação de futebol do Estado ajudam a tornar o campeonato local em um dos mais prestigiados do Brasil. Quem apresenta R$100 em notas fiscais leva de brinde um ingresso. Pelo programa “Todos com a Nota”, o torcedor pode inclusive reservar seu lugar na hora de ver o seu time.

Seja na capital ou no interior, ninguém reclama. “Se hoje temos uma média de 5 mil torcedores em nossos jogos, é graças a esse projeto. Com a força da torcida, conquistamos acesso na Série B do Campeonato Brasileiro”, comemora o presidente de honra do Salgueiro-PE, Clebel Cordeiro. “Não fosse a promoção, nosso público seria menos de mil”, completa o dirigente do Carcará do Agreste.

O clube é sediado na cidade de Salgueiro, a 518 quilômetros distantes de Recife, e recebe R$ 6,00 por ingresso em partidas do Campeonato Pernambucano e R$12,00 nas do Brasileiro.

Sem pensar em choradeira, dirigentes da federação de Pernambuco também comemoram. “Nosso último campeonato teve uma média de público acima de 7 mil pessoas. A arrecadação superou os R$8 milhões”, enaltece o secretário geral da entidade, João Caixero de Vasconcelos.

Outra federação a adotar a troca de notas por entradas é a goiana. “Além de ganhar o ingresso, o torcedor coloca seu nome e o de uma instituição filantrópica indicada pelo Ministério Público no verso do bilhete. Depois, é feito um sorteio e no fim todos ganham”, destaca o presidente da entidade, André Luiz Pitta, que completa. “Até o pessoal da Federação Baiana nos procurou pra fazer igual. Afinal, conseguimos um aumento de 200 mil para 700 mil pagantes anuais em nosso estadual, comparando 2006 com 2010”, completa.