São Paulo – Ontem, nos testes realizados pela Fórmula 1 no circuito de Barcelona, o melhor tempo do dia não ficou com ninguém de Williams, Ferrari ou McLaren como é praxe. O novo modelo da BAR surpreendeu e, com o inglês Jenson Button, foi quem ficou na frente. Pilotando o BAR006, Button cravou 1min13s867 na melhor de suas 27 voltas e ficou à frente da Williams do espanhol Marc Gené e de seu companheiro, o japonês Takuma Sato, que guiou o modelo antigo da escuderia.

Os tempos: 1.º) Jenson Button (BAR), 1min13s867; 2.º) Marc Gene (Williams), 1min15s302; 3.º) Takuma Sato (BAR), 1min15s594; 4.º) Ralf Schumacher (Williams), 1min16s016; 5.º) Luca Badoer (Ferrari), 1min16s302; 6.º) Giancarlo Fisichella (Sauber), 1min16s584; 7.º) Pedro de la Rosa (McLaren), 1min16s955; 8.º) Alex Wurz (McLaren), 1min17s069 e 9.º) Darren Turner (McLaren), 1min19s887.

Teste

O brasileiro Nelsinho Piquet volta a fazer testes pela Williams hoje e quinta-feira. Acompanhado do pai, o tricampeão mundial de F-1 Nelson Piquet, ele acredita que terá um ótimo desempenho em sua segunda experiência na equipe. Os treinos acontecerão no circuito de Barcelona, na Espanha. “Tenho certeza que a Williams vai ficar bastante satisfeita com meu resultado nas pistas”, disse.

Para Nelsinho, a experiência adquirida no primeiro teste, realizado em dezembro, em Jerez de la Frontera, também na Espanha, será um grande diferencial nessa segunda experiência com a escuderia britânica.