Foto: Aliocha Maurício/O Estado
Para Giovani Gionédis,
as mudanças valorizam
o futebol nacional.

O desastre do rebaixamento não será tão grande quanto o anunciado. Essa é a avaliação da diretoria do Coritiba após a reunião do Conselho Técnico da Série B do Campeonato Brasileiro, ontem à tarde, no Rio de Janeiro. Representado pelo vice-presidente André Ribeiro, o Coxa saiu do encontro satisfeito com a fórmula de disputa e com a receita financeira que vai obter pela participação na segunda divisão.

A fórmula aprovada ontem é idêntica à da Série A. Vinte clubes disputarão a competição, que terá turno e returno e classificação pelo sistema de pontos corridos. Quatro clubes sobem para a primeira divisão em 2007 e quatro serão rebaixados para a Série C. ?Teremos dois campeonatos viáveis e muito competitivos. Isso será bom não apenas para os clubes, mas também para os atletas, a imprensa e principalmente o torcedor?, avalia André Ribeiro.

A tabela da competição será divulgada na próxima sexta-feira e, segundo anunciado na reunião de ontem, ela será ?econômica?, tentando diminuir ao mínimo o número de viagens que as equipes enfrentarão ao longo da disputa. Por exemplo, o Coritiba deve enfrentar em rodadas consecutivas Remo e Paysandu, em Belém, e o São Raimundo, em Manaus. As passagens aéreas e a hospedagem das equipes serão pagas pela CBF.

A reunião de ontem foi realizada no Hotel Transamérica, na Barra da Tijuca, e contou com a participação de 19 clubes. Apenas o Ituano não enviou representante.

Para André Ribeiro, outras decisões tomadas ontem também são benéficas para os clubes. ?Cada clube define qual o preço que vai cobrar pelos ingressos e a renda será toda do mandante. Isso é importante para que os clubes tenham liberdade para fazer promoções?, diz o vice-presidente coxa-branca.

A Futebol Brasil Associados (FBA), entidade que defende os interesses dos clubes que disputam a Série B, pediu à CBF uma vaga na Copa Sul-Americana para o campeão da segundona, mas a idéia foi descartada.

Verba maior

Inicialmente, a televisão vai pagar R$ 26 milhões pelos direitos de transmissão da Série B, podendo chegar a R$ 35 milhões. O valor final e a forma de como a verba será distribuída entre os clubes serão definidos em um arbitral financeiro, que deve acontecer no próximo mês. Os jogos serão transmitidos pela TV aberta, às 16h de sábado, e no sistema pay-per-view. Para o presidente Giovani Gionédis, as mudanças valorizam não só a Série B, mas todo o futebol nacional. ?Será um ano muito importante para o futebol brasileiro. Teremos duas divisões muito fortes e muito competitivas, o que vai acabar fortalecendo a Série C também?, acredita.

Receita dos garotos é manter a humildade

Manter a humildade para continuar na rota do sucesso. Essa é a receita dos ?garotos do Alto da Glória?, que depois da vitória do último domingo, contra o Toledo, foram definitivamente alçados à condição de estrelas do elenco coxa-branca.

No Oeste do Estado, o Coritiba chegou a ter em campo oito jogadores formados nas categorias de base do clube: Vagner, Henrique, Rodrigo Mancha, Peruíbe, Pedro Ken, Renan, Anderson Gomes e Keirrison. E foi dos pés dos mais novos que saíram as jogadas que resultaram nos dois gols alviverdes na partida.

Destaque da nova geração, Keirrison, de 17 anos, é modesto na hora de avaliar sua participação. ?Todos estão de parabéns. Esperamos cada vez mais, com muita humildade, crescer e disputar o título?, diz o atacante, que marcou dois gols em dois jogos como titular.

O volante Pedro Ken, que entrou no segundo tempo do jogo de domingo, também quer uma vaga na equipe. ?Estou procurando trabalhar forte para agarrar as oportunidades que estão aparecendo. Vou dar o máximo em campo e o Márcio Araújo (técnico) é quem vai decidir?, garante.

Ontem, os jogadores que participaram da partida contra o Toledo fizeram um treino regenerativo no CT da Graciosa. Amanhã o time começa a se preparar para o jogo contra o União Bandeirante, quinta-feira no Couto Pereira.

A tendência é que o técnico Márcio Araújo mantenha a mesma equipe que conquistou a terceira vitória alviverde no Campeonato Paranaense. A única dúvida está na zaga. Anderson, desfalque de última hora em Toledo, será avaliado pelo departamento médico, mas dificilmente terá condições de entrar em campo na quinta. A vaga deve continuar com o jovem Henrique.