Foto: Alaor Gosdal/Divulgação

O lateral-esquerdo (à dir.), junto com Dick, que veio do Joinville: planejamento o atraiu ao Alto da Glória.

Principal contratação do Coritiba até agora na temporada 2008, o lateral-esquerdo Rubens Cardoso chega com o pensamento de ?fazer história? no Alto da Glória. Campeão por onde passou, ele promete muito empenho para conquistar a camisa 6 e títulos para o Alviverde.

?Estou muito confiante no trabalho e no planejamento, na seriedade que existe na comissão técnica e na diretoria, então quero desempenhar o meu melhor futebol?, disse o jogador de 31 anos, que estava no Internacional, onde foi campeão mundial em 2006.

De acordo com ele, o que mais o atraiu para jogar no Coxa foi justamente o projeto ambicioso para este ano. ?Eu até tinha outras propostas e escolhi o Coritiba pelo planejamento. Tive ótimas referências da comissão e da diretoria e sei que eles estão buscando coisas novas e importantes para o futebol?, destaca. Segundo Rubens, isso é o mais importante na hora da assinatura do contrato. ?Estou muito feliz com a minha escolha e espero retribuir a confiança de todos dentro de campo?, aponta.

Para ver ele em campo, no entanto, a torcida vai ter que esperar um pouco mais. ?Eu venho de férias, treinei bastante, mas não é o ideal. Vamos fazer os testes de esteira, fisiológicos para ver como eu cheguei e, a partir daí, teremos uma posição melhor, mas a minha vontade é de estar em campo porque jogador quer jogar?, avisa. Mas ele mesmo admite que uma pré-temporada bem feita é fundamental. ?Ela te dá um alicerce para o ano todo. A minha vontade de jogar é muito grande, mas tenho que esperar?, diz o lateral-esquerdo, que assinou até o final do ano.

E quem também fica até o final do ano é o lateral-direito Dick, que veio do Joinville e só ficou sabendo que iria jogar no Coxa quando já estava se deslocando para Curitiba. ?Para mim é novo estar aqui, fiquei sabendo de última hora, mas estou muito feliz. O Coritiba foi campeão da Série B e vou trabalhar bastante para ajudar o time a conquistar títulos?, revela Dick. Ele chegou a ser sondado por Figueirense e Internacional, mas estava quase certo com o Atlético. No último momento, seu empresário (Carlos Leite) avisou que ele iria vestir a camisa alviverde.

Ataque vira dor de cabeça

Como já era de se esperar, o atacante Henrique Dias está fora da partida de amanhã contra o Adap Galo, às 16 horas, no Couto Pereira. Ele sofreu um falta dura no tórax e havia até a suspeita de fratura de uma costela, mas os exames realizados ontem mostraram que a lesão não foi tão grave. Mesmo assim, ele será poupado. ?Felizmente não tem fratura. Foi só a pancada e temos que aguardar ele se recuperar?, apontou William Yousef, médico do Alviverde. Sem ele, o técnico Dorival Júnior terá que quebrar a cabeça para montar a equipe para a partida de amanhã. Sem Dinei, que foi expulso contra o Iraty, restou apenas o atacante Hugo nesse início de temporada. Por isso, existe a possibilidade de Keirrison ser escalado antes do que foi planejado. A definição da equipe sai após o treinamento de hoje pela manhã no CT da Graciosa.

Alex indica e Coxa traz meia

Foto: Divulgação

Mateus vem do Fenerbahçe.

E o ritmo de contratações do Coritiba não pára. Depois de apresentar os laterais Rubens Cardoso e Dick e divulgar o acerto com o zagueiro Nenê, a diretoria alviverde fechou com o meia Mateus, que chega bem recomendado pelo craque Alex. O ex-jogador do Iraty está na Turquia atuando ao lado do ex-coxa-branca no Fenerbahçe, mas ficou em disponibilidade pelo excesso de estrangeiros na equipe. No entanto, como já era um namoro antigo do Alviverde a negociação avançou e acabou sendo concretizada ontem.

?Se o Alex não tiver crédito para fazer uma indicação, quem sou eu?, disse Tonico Xavier, coordenador de futebol, que não pestanejou em aceitar a indicação do craque criado no Alto da Glória. O meia de 20 anos, que despontou no Iraty, já tinha sido sondado em 2005, mas acabou indo para o Bursaspor, da Turquia, antes de migrar para o clube do ídolo alviverde. Agora, sem espaço no Fener depois da contratação de Roberto Carlos, volta ao Brasil para jogar no Coritiba. ?O Alex não iria indicar se o jogador não tivesse qualidade?, apontou o dirigente.

O jogador chega por intermediação das empresas Massa Sports, SM Sports e do empresário. A maior parte dos salários do jogador será paga pelo Fenerbahçe.

No entanto, as buscas por reforços vão continuar. ?Sempre estamos buscando alguma coisa?, avisou Tonico. As prioridades são um volante e um atacante de área, que podem chegar através de uma parceria com a LA Sports, que já atua junto ao Paraná Clube. ?Tive um jantar com eles, sou muito amigo do pai de um deles e eles me mostraram o trabalho deles. Se for interessante nós poderemos negociar, mas são coisas para o futuro?, finalizou o coordenador de futebol.