Professores de educação física da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer estarão neste sábado no Parque Bacacheri com o programa Caminha Curitiba, que tem como proposta reduzir o número de pessoas obesas na cidade.

Os instrutores irão distribuir folhetos, fazer avaliações físicas e incentivar a população a adotar a caminhada como atividade física.

Segundo pesquisa do programa CuritibAtiva, 52,5% da população curitibana está acima do peso ideal. ?Este trabalho de orientação para a prática de atividade física será realizado nas Ruas da Cidadania, nos 29 centros de esporte e lazer e, em ações especiais, nos parques da cidade?, afirma o secretário do Esporte e Lazer, Raul Plassmann.

No Parque Bacacheri, as pessoas poderão medir o índice de massa corporal e fazer testes de força e flexibilidade. Após as avaliações, receberão o material informativo sobre o Caminha Curitiba. Nos folhetos, estarão informações sobre a importância da caminhada, os riscos da obesidade, sugestões de exercícios de alongamento e flexibilidade. Também há informações sobre como e onde caminhar, controle da freqüência cardíaca, tempo e velocidade da caminhada.

Perfil

De acordo com dados do programa CuritibAtiva, que faz pesquisas para a Secretaria de Esporte e Lazer, 70,71% da população tem pouca ou nenhuma atividade física. Os dados foram divulgados em 2005, em cima de questionários feitos com 2.843 pessoas.

Na pesquisa, as pessoas com baixa ou nenhuma atividade se dividem em 44,49% de praticantes moderados e 26,22% inativos. Entre os ativos, 23,32% praticam regularmente uma atividade física e 5,97% praticam todos os dias.

O resultado desta baixa atividade física reflete nos índices de massa corporal (IMC), que são coletados pela Prefeitura de Curitiba. Atualmente, 52,5% das pessoas estão fora do peso ideal. Destas, 35,4% apresentam sobrepeso, 16,3% são consideradas obesas, 0,8% têm obesidade mórbida.

A mesma pesquisa indica que 47,5% das pessoas têm demonstrado baixos índices de massa corporal.