O governador da Bahia, Jacques Wagner (PT), disse nesta quarta-feira que a obra de reconstrução do Estádio da Fonte Nova, em Salvador, deverá ser iniciada em março. O local sediará jogos da Copa do Mundo de 2014. Atualmente, porém, está interditado devido a um desabamento de parte de sua arquibancada.

Segundo Wagner, o investimento total na obra e nos arredores, como nos estacionamentos, deverá somar R$ 580 milhões. O governo vai selar uma Parceria Público-Privada com um consórcio formado pelas empresas Odebrecht, OAS e Amsterdã Arena.

Depois de concluída a construção do estádio, as empresas vão operar o estádio por 15 anos, dividindo a renda da bilheteria com o governo do Estado. Wagner está em Brasília, onde participa de cerimônia de assinatura dos convênios entre a União e as cidades que sediarão jogos da Copa do Mundo de 2014.

Governo federal, prefeituras, governos estaduais e clubes – São Paulo, Internacional e Atlético-PR, que terão seus estádios utilizados na Copa – assinaram a Matriz de Responsabilidade, que define as obrigações e o cronograma de cada sede nos estádios e na infraestrutura das cidades. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro do Esporte, Orlando Silva, participaram da cerimônia.