A capixaba Emanuelle Lima conquistou quatro medalhas de ouro, na manhã desta segunda-feira, e com o triunfo na competição por equipes, a atleta deixa Curitiba, com cinco medalhas douradas na ginástica rítmica das Olimpíadas Escolares 2011 para atletas de 15 a 17 anos. Manu, da Escola Santa Adame (ES), venceu os três aparelhos (bola, maça e arco) e o individual geral.

A atleta de Vila Velha (ES) somou 23.575 na bola, 23.525 na maça e 24.150 no arco, totalizando 71.250 pontos no individual geral. A paranaense Bruno Morais, da Fundação Educacional de Toledo (FUNET), ficou com a medalha de prata nas cinco provas, totalizando 67.700 pontos. Em terceiro lugar no individual geral ficou a também paranaense Mayra Gmach, com 63.750. Gmach levou o bronze ainda nas maças. Já a capixaba Carolina Garcia ficou com a medalha de bronze no arco e na bola.

A competição reuniu 39 atletas de 21 estados (AL, AM, BA, CE, DF, ES, MA, MG, MS, PA, PB, PE, PR, RN, RJ, RR, RS, SC, SE, SP e TO). Esse foi apenas o segundo ano da ginástica rítmica nas Olimpíadas Escolares. Ano que vem, a competição será disputada na capital mato-grossense Cuiabá.
Atletismo

Divulgação
Lais Serinoli, campeã na difícil prova dos 100 m c/ barreiras.

Para a jovem paulista Laís Serinoli qualquer obstáculo é possível de ser superado. Com esse pensamento, a atleta de 15 anos de Bragança Paulista (SP), venceu os 100m com barreiras das Olimpíadas Escolares 2011 para atletas de 15 a 17 anos, em Curitiba (PR). Ela conquistou o título brasileiro com a marca de 14s36. Bicampeã da edição de 12 a 14 anos das Olimpíadas Escolares, a catarinense Patrícia Kock, do Colégio Dom Bosco (SC), conquistou a medalha de prata (14s63) e a carioca Karen Lopes, da Escola Municipal Irineu Marinho, completou o pódio (15s01).

Taekwondo

O pernambucano Diego Guedes Caldas (de vermelho), do Colégio Humberto Barradas, e a paulista Cleicimara Antonioli, do Colégio ETEC Vargem Grande do Sul, conquistaram a medalha de ouro na categoria médio do taekwondo das Olimpíadas Escolares Curitiba 2011.

Para garantir o título da categoria médio (até 65 kg), Diogo Guedes teve que superar o maranhense Luis Henrique de Sousa, da Escola Liceu. O combate foi disputado desde o início e decidido por apenas um ponto, após uma punição para Luis Henrique no último segundo.

Quem brilhou na médio feminina (até 57 kg) foi a paulista Cleicimara Antonioli, do Colégio ETEC Vargem Grande do Sul. Na final, Cleicimara superou a mineira Ludmila Filgueira, da Escola Estadual Governador Valadares. A medalha de bronze ficou com a carioca Erika Silva, da Escola Municipal Francisco Campos, e com a sul-mato-grossense Fernanda Monteiro, da Escola Estadual Júlia Passarinho.