No confronto entre os bicampeões europeus e o campeão da Liga das Américas, a vitória ficou para os gregos do Olympiacos, por 81 a 70 (32 a 30 no primeiro tempo), diante do Pinheiros, na primeira partida da decisão da Copa Intercontinental, disputada nesta sexta-feira no ginásio José Corrêa, em Barueri (SP). O cestinha da partida foi o ala Shamell, do clube brasileiro, com 26 pontos, quatro rebotes e quatro assistências.

As equipes voltam à quadra neste domingo, às 11 horas, novamente em Barueri, para a segunda e decisiva partida da competição intercontinental. Para ficar com o título, o time brasileiro terá que vencer o duelo por 12 ou mais pontos. Enquanto isso, os gregos podem perder por até 10 pontos de diferença que ainda assim ficam com a taça.

Grandes nomes das equipes, Shamell e o ala/armador grego Vassilis Spanoulis fizeram jus ao rótulo de estrelas e foram os principais destaques da partida. O MVP da Liga das Américas de 2013 foi o principal jogador do Pinheiros e o camisa 7 do Olympiacos anotou 18 pontos (todos no segundo tempo) e ainda distribuiu nove assistências.

“Encaramos eles o jogo inteiro. Mas tivemos algumas falhas na defesa durante o segundo tempo e acabamos perdendo nos detalhes. Agora é descansar porque ainda tem muito jogo pela frente”, disse Shamell.

Além de Spanoulis, o ala Stratos Perperoglou, autor de 15 pontos, e o pivô norte-americano Printezis, que cravou um duplo-duplo, com 15 pontos e 12 rebotes, foram fundamentais para o triunfo dos gregos. Pelo lado do Pinheiros, o também norte-americano Joe Smith marcou 19 pontos e mostrou um bom rendimento no confronto. Jonathan Tavernari e Paulinho foram outros do time brasileiro a atingirem dígitos duplos na pontuação, com 12 e 11 pontos, respectivamente.