Recém-promovido da terceira divisão, o Operário vai lutar pelo acesso à Série A do Brasileirão até a última rodada. Quem garante isso é o técnico Gerson Gusmão, que analisou de forma positiva o empate em 0x0 colhido diante do Coritiba, na noite de terça-feira (24), no Couto Pereira. O treinador considerou a partida equilibrada e não tem dúvidas de que o Fantasma vai incomodar na reta final da Segundona.

“A proposta foi para ter uma saída rápida e buscar os contra-ataques, mas, infelizmente, não fizemos os gols. Os dois times tiveram chances, foi um jogo igual, mas agora sabemos que temos que fazer o dever de casa nesses dois jogos seguidos. Depois vão faltar só cinco jogos e tenho certeza que vamos brigar até a última rodada pelo acesso”, cravou Gusmão.

O Operário, agora com 44 pontos, tem mínimas chances de queda à terceira divisão. Assim, vai concentrar todas suas forças na parte de cima da classificação. Mas independentemente se vai conseguir o acesso, o treinador do Fantasma avalia de forma positiva a campanha feita até agora na Série B.

“Acredito que 90% das pessoas, não do Paraná, porque conhecem o trabalho, acreditavam que o Operário seria um dos rebaixados. É natural isso e a gente entende por não conhecer. Somos um time que está surgindo agora com mais força no cenário nacional. Ficamos felizes por já termos atingido uma pontuação expressiva. Ainda estamos vivos e vamos brigar até a última rodada pelo acesso. Feliz pela competição segura, pela boa pontuação e por estarmos na primeira página da tabela”, finalizou ele.

+ Confira a classificação completa da Série B!

O time de Ponta Grossa ainda não sabe quantos pontos vai ficar atrás do quarto colocado, mas confia nos dois jogos que tem em casa para conseguir subir na classificação. O Operário enfrenta em sequência Atlético-GO e Criciúma. Fazer seis pontos pode significar a briga definitiva pelo acesso nas rodadas finais.