O Operário teve uma atuação irregular, sofreu com o nervosismo, mas contou com uma falha inacreditável para conseguir um empate com o Atlético-GO. Jogando na sua casa, o estádio Germano Krüger, o Fantasma saiu atrás, mas buscou o 1×1. O resultado não foi o ideal, mas deixa a equipe na oitava posição da Série B do Campeonato Brasileiro com 45 pontos, a seis do Dragão, que fecha o G4.

+ Confira a classificação da Série B!

No começo do jogo, os donos da casa tentaram uma pressão fortíssima sobre o time goiano. Em momento instável na Série B, o Dragão era marcado lá perto da própria área, com a movimentação sempre grande de Cléo Silva, Lucas Batatinha e Felipe Augusto. Mas a pressa de tentar resolver o jogo tão rápido atrapalhava o Operário, que errava passes e finalizava pouco. E quem levou perigo primeiro foi Gilvan, ex-Londrina, que cabeceou com muito perigo aos 20 minutos.

+ “E se…”. Viaje com a nossa equipe na realidade alternativa do Trio de Ferro!

Índio falhou no gol do Dragão. Foto: José Tramontin/OFEC
Índio falhou no gol do Dragão. Foto: José Tramontin/OFEC

A resposta do Fantasma veio só aos 29 – na qualidade dos principais atacantes do time, Felipe Augusto e Lucas Batatinha. O centroavante arriscou de longe, mas Kozlinski defendeu. O jogo esquentou, e em uma bobeada ponta-grossense Aylon deixou Mike com o gol vazio, mas o atacante do Atlético-GO mandou para fora. Logo depois, GIlvan novamente levou perigo. Apesar de toda a luta do Operário, os visitantes terminaram o primeiro tempo em superioridade tática.

+ Leia também: Projeto de lei sobre torcidas organizadas tá na mesa de Bolsonaro

A etapa final trouxe um panorama parecido. Os donos da casa guerreavam, mas não conseguiam produzir. Já os goianos chegavam com perigo. Até Pedro Raul aproveitar o erro do Fantasma, aparecer sem marcação e avançar até tocar na saída de Rodrigo Viana. Até o apito de Marielson Alves Silva, o Operário pressionou, até acertou a trave com Maílton, mas o nervosismo atrapalhava. Até o zagueiro Alisson chutar fraquinho e Kozlinski engolir um dos grandes frangos de 2019. E manter acesa a chama do acesso.

Ficha técnica

SÉRIE B
2º Turno – 32ª Rodada

OPERÁRIO 1×1 ATLÉTICO-GO

Operário
Rodrigo Viana; Maílton, Alisson, Edson Borges e Peixoto; Jardel (Jean Carlo), Índio e Marcelo; Felipe Augusto (Uilliam), Lucas Batatinha e Cléo Silva (Schumacher).
Técnico: Gerson Gusmão

Atlético-GO
Kozlinski; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Nicolas; Moacir, Nathan e Jorginho (Pedro Bambu); Aylon (André Luís), Mike (Reginaldo) e Pedro Raul.
Técnico: Eduardo Barroca

Local: Germano Krüger (Ponta Grossa)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Jucimar dos Santos Dias (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)
Gols: Pedro Raul 19 e Alisson 44 do 2º
Cartões amarelos: Edson Borges, Índio (OPE); Oliveira, Nathan, Reginaldo (ACG)
Cartão vermelho: Edson Borges
Renda:
Público pagante:
Público total: