O dia 26 de agosto de 2018 nunca mais vai sair da memória do torcedor do Operário Ferroviário Esporte Clube. Foi nesta data que, após 28 anos, o Fantasma conseguiu carimbar o seu passaporte para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Leia mais: Operário goleia o Santa Cruz e se classifica pra Série B!

E essa conquista não foi construída aos “trancos e barrancos”. Uma revolução interna neste clube centenário culminou com o acesso. Na disputa da Série C, o Operário ficou em segundo lugar no Grupo B. Uma campanha belíssima.

No mata-mata, o Fantasma encarou logo de cara um dos maiores clubes do Brasil. O Santa Cruz, que vive um momento turbulento, não foi presa fácil. No primeiro jogo entre as equipes, o time pernambucano venceu por 1×0, diante de um Arruda lotado de torcedores tricolores.

Ontem, a história foi diferente. O palco da vez era o lendário Estádio Germano Krueger, que também estava abarrotado. Com o apoio de sua torcida, O Fantasma fez bonito. 3×0. Alisson, Schumacher e Dione marcaram os gols que decretaram o retorno do clube paranaense para a Segundona. Festa em Ponta Grossa!

Relembre: O segredo da campanha incrível do Operário 

Tudo isso graças ao trabalho de muitos. Do massagista ao presidente. Todos tiveram a sua participação para essa glória. Um deles foi o técnico Gerson Gusmão. O Gersinho, como é conhecido, era assistente de Itamar Schülle na conquista do Campeonato Paranaense de 2015. Após a saída do comandante, Gusmão assumiu a bomba e hoje é o treinador que está há mais tempo no comando de um clube no Brasil. São dois anos e quatro meses dirigindo essa máquina, que ainda tem muito a mostrar por todo o Brasil.