Em uma partida apática, o Operário não saiu do 0x0 com o Oeste, na noite deste sábado (11), no Germano Krüger, pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Tirando o início do segundo tempo, quando os dois times até criaram algumas chances, o duelo teve pouca emoção e ficou muito truncado, com mais erros do que chances de gol.

Com o resultado, o Fantasma chegou aos quatro pontos e ficou na oitava posição. Na próxima rodada, a equipe enfrenta a Ponte Preta, na sexta-feira (17), às 21h30, no Moisés Lucarelli.

+ Confira a classificação completa da Série B

Apesar de jogar com o apoio da torcida, que compareceu em peso, o Operário não conseguia se impor em campo. Com a bola nos pés e jogando de forma ofensiva, era o Oeste quem ditava o ritmo, chegando mais ao campo de ataque em velocidade. Ao Fantasma, cabia mais a ligação direta entre defesa e ataque, o que facilitava a marcação do time paulista.

Mesmo assim, a primeira boa chance da partida foi dos dono da casa. Aos 17 minutos, Marcelo recebeu pela direita, invadiu a área e bateu cruzado, mas Matheus Cavichioli fez a defesa. Mas tirando isso, a primeira etapa foi de poucas emoções, com os dois times tendo dificuldades em criar as jogadas e finalizar a gol.

No segundo tempo, o futebol das equipes não melhorou muito, mas oa menos deram trabalho para os goleiros. Primeiro, aos três, Danilo Baia cruzou pela direita e Uilliam cabeceou nas mãos de Matheus Cavichioli. Aos oito, Elvis, em cobrança de falta, bateu rasteiro e Simão fez defesa segura. Era o que faltava para o duelo animar.

Logo depois, mais uma boa chance para cada lado. Aos dez, Alyson recebeu na entrada da área, saiu da marcação e chutou, mas Simão novamente pegou. No contra-ataque, o Operário esteve perto de abrir o placar. Índio arriscou um chute de fora da área e a bola tinha endereço certo, mas Cavichioli deu um tapinha salvador na hora certa.

Pra tentar somar os três pontos em casa, o Fantasma foi pra cima na reta final, colocando o meia Rafael Chorão no lugar do lesionado zagueiro Sosa. Tudo para pressionar o adversário. E ela até veio. Nos últimos minutos só deu Operário. De todas as formas a bola rondou a área do Oeste, mas nada que fizesse o placar ser alterado.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B
1º Turno – 3ª Rodada

OPERÁRIO 0x0 OESTE

Operário
Simão; Danilo Baia, Alisson, Juan Sosa (Rafael Chorão) e Peixoto; Chicão, Índio (Revson) e Marcelo; Uilliam (Jean Carlo), Felipe Augusto e Bruno Batata.
Técnico: Gerson Gusmão

Oeste
Matheus Cavichioli; Bonilha, Kanu, Maracás e Alyson; Lídio, Betinho e Elvis (Ceará); Mazinho, Roberto (Fábio) e Bruno Paraíba (Bruno Lopes).
Técnico: Renan Freitas

Local: Estádio Germano Krüger
Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS)
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Daiane Caroline Muniz dos Santos (FIFA-MS)
Cartões amarelos: Alyson, Betinho, Maracás (OES)
Público pagante: 4487
Público total: 4858
Renda: R$ 50.805,00

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!