Santos – O Santos só pensa em fazer sua lição de casa, isto é, vencer os dois próximos jogos pelo Brasileiro que serão disputados na Vila Belmiro. A missão começa hoje, às 18 horas, contra o Atlético-MG.

Com os seis pontos e algum tropeço dos adversários que lutam para desbancá-lo da liderança (Atlético-PR e Goiás), a expectativa é abrir uma vantagem para poder respirar um pouco mais aliviado na luta pelo título deste ano.

Mas os jogadores sabem que, mesmo com o Atlético-MG malposicionado na tabela, não será nada fácil. Os santistas têm enfrentado fortes retrancas nas partidas na Vila Belmiro e desta vez a situação deverá se repetir.

Além disso, como aponta o volante Fabinho, os adversários encontram motivação a mais quando enfrentam o líder, independente da situação no campeonato. “Quando joguei em times que não estavam muito bem na classificação e íamos enfrentar um time como o Santos, a força era maior”. Por isso, ele não espera facilidade nos jogos de hoje e do dia 26, contra o Vitória.

Santos e Atlético-PR estão com o mesmo número de pontos e o plano dos santistas é, como explica Fabinho, “manter a liderança, continuar com atenção máxima e vencendo os jogos para abrir um pouco de vantagem sobre os concorrentes”.