O ministro do Esporte, Orlando Silva, afirmou nesta quarta-feira que a crise política no Distrito Federal não deverá atrapalhar os investimentos de Brasília para sediar jogos da Copa do Mundo de 2014.

“Os compromissos são institucionais, então, não estão comprometidos. Independentemente da crise política, será feita a reforma do Estádio Mané Garrincha e a construção do Veículo Leve sobre Trilhos (que ligará o aeroporto de Brasília ao centro da cidade)”, disse o ministro, se referindo ao escândalo envolvendo o governador José Roberto Arruda (ex-DEM).

De acordo com investigações da Polícia Federal, o governador do Distrito Federal estaria à frente de um esquema de arrecadação e distribuição de propinas. Parte do dinheiro teria como destino o bolso de deputados distritais de sua base aliada e outro montante seria dividido entre ele e os principais integrantes do seu governo.

O ministro Orlando Silva garantiu os investimentos para a Copa na cerimônia de assinatura dos convênios entre a União e as cidades que sediarão jogos do mundial nesta quarta-feira, no Itamaraty. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou do evento.

Foi assinado a Matriz de Responsabilidade, que define as obrigações e o cronograma de cada sede para a construção e reforma dos estádios e para o estabelecimento da infraestrutura das cidades.