O Botafogo vai ter o desfalque de cinco jogadores importantes na partida que vale a segunda colocação na classificação do Campeonato Brasileiro, neste sábado, às 18h30, contra o Grêmio. Sem Edílson, Bolívar, Gabriel (suspensos), Hyuri e Elias (machucados), Oswaldo de Oliveira ainda tem dúvidas na escalação da equipe. Ele confirma dois nomes, mais deixa em dúvida outros.

“Está quase tudo definido. Gilberto (lateral-direito) e Dankler (zagueiro) vão iniciar. O Renato (volante) vamos esperar ver como reagir ao esforço dos treinos e Elias não vai jogar, na continuidade do tratamento. Na frente, há grandes possibilidades de ser o Henrique, mas tenho a volta do Bruno Mendes, que está me fazendo pensar”, explicou o treinador.

Com a distância para o Cruzeiro cada vez maior (já são 13 pontos de diferença para o líder), Oswaldo quer que o Botafogo se concentre em vencer suas partidas, algo que não faz há quatro jogos. Neste período, somou um ponto e perdeu outros 11.

“O Botafogo tem que pensar nas próprias vitórias. O Cruzeiro é a grande equipe do campeonato até o momento e tem um fator a mais na competição, que é a eliminação na Copa do Brasil. Precisamos fazer a nossa parte, não adianta torcer contra o Cruzeiro, temos que ganhar as nossas partidas”, destaca o treinador.

Ele lembra que o confronto contra o Grêmio, atual segundo colocado, tende a ser de alto nível. “É um jogo que vai definir muita coisa, importantíssimo para as duas equipes. A tendência é que seja muito disputado, de alternativas dos dois lados. Acredito que vai ser um jogo de alto nível de competição.”