Foram assinados ontem, em Foz do Iguaçu, cinco contratos de financiamento entre o governo do Paraná e a Caixa Econômica Federal. Com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do governador, Orlando Pessuti, a solenidade garantiu investimento de R$ 229,5 milhões na infraestrutura de Curitiba pelo PAC da Copa do Mundo 2014. O Estado terá contrapartida de R$ 12 milhões.

Os valores não têm relação com a adequação da Arena da Baixada ao caderno de encargos da Fifa. O contrato mais caro (R$ 137,5 milhões) se refere à revitalização da Avenida das Torres. Outros R$ 44,5 milhões serão destinados à construção de um corredor metropolitano interligando os municípios de Colombo, Piraquara, Pinhais, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande e Araucária.

Debate

A bancada do PT na Câmara Municipal de Curitiba realiza na tarde de hoje uma audiência pública sobre a doação de títulos de potencial construtivo da prefeitura para o Atlético, como forma de subsidiar a adequação do estádio rubro-negro ao caderno de encargos da Fifa.