Enquanto se concentra para o início da Copa das Confederações, o uruguaio Edinson Cavani também tem que lidar com a definição sobre seu futuro. Destaque do Napoli nos últimos anos, o atacante tem chamado a atenção dos principais clubes da Europa, entre eles o Real Madrid. Segundo o pai do jogador, o clube espanhol é justamente aquele em que o filho deseja atuar na próxima temporada.

“A intenção do Cavani é jogar em uma equipe como o Real Madrid. Ele tem vontade e toda predisposição para ir para lá. Nosso filho, no ambiente familiar, privado, nos disse que quer jogar no Real Madrid, mas não torna o desejo público porque não quer ficar mal com o Napoli”, declarou Luis Cavani, em entrevista ao jornal espanhol Marca.

De acordo com o pai do jogador, o Real Madrid inclusive já o procurou e o acerto entre Cavani e o clube espanhol está próximo. Resta agora o acordo com o Napoli. “Já houve contatos com advogados do Real Madrid e agora ficamos à espera do contato entre os clubes”, comentou.

Mas o Napoli não deve facilitar a saída de seu principal jogador. O presidente do clube, Aurelio de Laurentiis, garantiu que Cavani só será negociado pelo valor de sua multa rescisória: 63 milhões de euros (cerca de R$ 180 milhões). O próprio pai do atacante admite que será difícil concretizar a negociação com esses números.

“Espero que dê tudo certo, a gente consiga um dialogo e as coisas se solucionem o mais rápido possível. Quem não vai querer jogar no Real? Mas não depende só do Edi (Cavani). Fala-se de 65 milhões de euros (na verdade, 63 milhões) e o Napoli não vai negociar por menos. Mas o desejo do jogador é outro”, disse.

Em meio às especulações na Europa, Cavani segue no Brasil se preparando para o início da Copa das Confederações. A seleção uruguaia estreia na competição neste domingo, quando enfrenta a Espanha, às 19 horas, no Recife.