O Palmeiras cedeu o empate para o líder Vasco e ficou no 1 a 1, na Arena Barueri, pela quinta rodada do Brasileiro, hoje. O time paulista continua sem vencer na competição. Com o resultado, a equipe de Scolari chegou aos dois pontos na tabela. O Vasco permanece na liderança, agora com 13 pontos.
O gol palmeirense foi marcado por Mazinho, substituto de Luan. Juninho Pernambucano, de falta, igualou o duelo.

Luan virou baixa para o clube alviverde para o confronto da próxima quinta-feira, ante o Grêmio, pela Copa do Brasil. O médico Rubens Sampaio disse, no intervalo do jogo, que o atleta não terá condições de atuar nas semifinais do torneio.

O jogo

Com Luan pela esquerda, o Palmeiras chegou com perigo duas vezes na primeira etapa. O setor era o “mapa da mina” para o time paulista, já que o lateral direito Fágner não marcava. Em uma destas oportunidades, o volante João Vítor furou de forma bisonha. Só que Luan sentiu uma lesão muscular, aos 17min, e saiu para a entrada de Mazinho. Assim, o Palmeiras perdeu sua válvula de escape.

O Vasco equilibrou a partida, mas chegou com perigo apenas aos 37min, com um chute de fora da área de Rômulo. Bruno espalmou para escanteio. Para complicar ainda mais a vida de Scolari, Marcos Assunção também sentiu um incômodo muscular e teve que deixar o campo, substituído por Márcio Araújo. No segundo tempo, aos 12min, Mazinho recebeu na ponta esquerda, gingou para cima de Dedé e bateu cruzado. Fernando Prass ainda tocou na bola, mas ela entrou. Palmeiras 1 a 0.

Logo na sequência, o Vasco respondeu com um cruzamento na área. A bola esbarrou no braço de Thiago Heleno. O árbitro Leandro Vuaden marcou apenas escanteio para desespero dos vascaínos.
A equipe carioca voltou a incomodar em uma cobrança de falta de Juninho Pernambucano. Bruno apenas observou a bola passar próxima a sua trave direita. Aos 30min foi a vez de Daniel Carvalho levar perigo ao gol do Vasco. Fernando Prass espalmou a conclusão do palmeirense à linha de fundo.

Sete minutos depois, Juninho Pernambucano teve outra oportunidade de bola parada e não perdoou. Na jogada que originou o tento vascaíno, Henrique, que já tinha amarelo, colocou a mão na bola e não foi advertido com o segundo cartão. Os jogadores da equipe carioca protestaram com o juiz.
Aos 43min, Alecsandro ainda marcou mais um gol para o Vasco. Mas o assistente assinalou impedimento e anulou o tento.