São Paulo – Além de ocuparem posições distintas na   tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, o que também diferencia Brasiliense e Palmeiras é a situação de seus respectivos treinadores. Hoje, a conturbada equipe do Distrito Federal recebe o tranqüilo alviverde paulista, a partir das 16h, na Boca do Jacaré.

Invicto sob o comando do técnico Emerson Leão, o Palmeiras (35 pontos) está apenas quatro pontos atrás do líder Corinthians, que no domingo encara o Botafogo. Bem diferente do Brasiliense, que soma 25 pontos, está na 17.ª colocação e precisa da vitória para garantir o técnico Joel Santana no cargo.

No Jacaré, o símbolo da má fase é o meia Marcelinho Carioca, que se recupera de uma contusão no tendão-de-aquiles do pé esquerdo e está fora de ação novamente. ?Estou chateado. O doutor Paulo Lobo (médico do clube) diz que eu não tenho nada e que estou curado, mas estou sentindo dor?, afirmou o titular, que dá lugar a Alex Oliveira.

Outras duas dúvidas do time da casa são Iranildo e Oséas, também contundidos. Caso não tenham condição de entrar em campo, os experientes titulares serão substituídos por Tiano e Ígor, respectivamente.

No Verdão, Emerson Leão e os jogadores são só alegria. Sem perder há dez jogos e cada vez mais perto dos líderes, o time ainda terá o retorno de Juninho, que estava suspenso. A permanência de Pedrinho, completamente recuperado de uma inflamação na unha do pé direito, também é motivo para festa.

Como nem tudo são flores, o time paulista tem alguns desfalques. O mais recente é Warley, com uma lesão muscular. Sem o titular, Leão pode deslocar Marcinho para o ataque e devolver Juninho ao meio-de-campo, ou então escolher um dois para atuar como meia e escalar Cláudio no ataque. Fabiano segue machucado, e Michael ganha nova oportunidade na lateral-esquerda. No meio-de-campo, Roger continua no lugar de Reinaldo, também machucado.

Misterioso, o técnico Leão vai guardar a escalação até o último minuto. ?Ainda tenho tempo para decidir, só vou anunciar amanhã (sábado). Nossa única preocupação é fazer um bom jogo e conseguir a vitória?, concluiu o treinador, dono de um dos empregos mais estáveis do Brasileirão.

Ficha técnica

Brasiliense – Eduardo, Dida, André Turatto, Régis e Márcio Careca; Deda, Pituca, Vampeta e Alex Oliveira; Iranildo (Tiano) e Oséas (Ígor). Técnico: Joel Santana. Palmeiras – Sérgio, Corrêa, Daniel, Gamarra e Michael; Marcinho Guerreiro, Roger, Juninho e Pedrinho (Marcinho); Marcinho (Cláudio) e Gioino. Técnico: Emerson Leão. Árbitro: Héber Roberto Lopes (PR). Assistentes: Roberto Braatz (PR) e Gilson Bento Coutinho (PR). Local: Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF). Horário: 16h.