É o jogo da afirmação! Com este pensamento o Palmeiras enfrenta neste domingo (9) o Bragantino, às 16 horas, em Bragança Paulista. Cidade que Vanderlei Luxemburgo conhece muito bem. Foi lá que ele despontou para o futebol e iniciou vitoriosa carreira. Em 1990, Luxemburgo levou o Bragantino ao título paulista. Final caipira, contra o Novorizontino, e dois empates por 1 a 1 que valeram o campeonato.

Com sentimento de nostalgia, o técnico retorna hoje a Bragança Paulista. ?É sempre gostoso quando vou pra lá, traz boas lembranças?, disse o treinador. E qual é a sua primeira recordação da cidade, Luxemburgo? ?A lingüiça de lá é boa pra caramba?, falou, aos risos. O comandante alviverde conhece bem a cidade, o Estádio Marcelo Stéfani e o clube adversário. E fala com carinho dos tempos em que comandou o Bragantino. ?Todo mundo acha que eu já nasci o Luxemburgo de hoje, que só treina jogadores talentosos?, disse. ?Esquecem que minha origem foi no Bragantino, e que ganhávamos de grandes equipes?, lembrou.

Naquela época, Luxemburgo ainda era um desconhecido. Seu time não era favorito. Dezoito anos, milhões de reais na conta e vários títulos depois, o treinador comanda uma equipe que foi montada para ser vitoriosa. No elenco, consagrados jogadores como os pentacampeões mundiais Marcos e Denilson. Craques da estirpe de Valdivia, melhor atleta do time. Reforços que chegaram já com a responsabilidade de resolver, como Diego Souza e Kléber. Apesar de tudo isso, um time ainda em formação, na opinião do próprio treinador.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo