São Paulo – Palmeiras e Ponte Preta trocaram seus treinadores recentemente, mas têm obtido resultados bem distintos com os novos comandantes. Hoje, o Verdão, de Emerson Leão, e a Macaca, de Zetti, farão um interessante duelo a partir das 20h30, no Palestra Itália, pela 19.ª rodada do Brasileirão.

O Palmeiras deu um salto de qualidade e está invicto desde a saída de Paulo Bonamigo. Exigente, o recém-chegado Leão acha que nada foi conquistado ainda, apesar dos seis jogos seguidos sem perder. ?O Palmeiras está numa confortável classe econômica, mas precisa vencer umas partidas para chegar na classe executiva?, filosofa.

Na opinião do invicto treinador, o jogo desta quarta será decisivo para o futuro do time. ?Temos que trabalhar muito se quisermos chegar na primeira classe. Mas esse objetivo é só para o segundo turno. Esses próximos dois jogos [Ponte Preta e Inter] já podem colocar o Palmeiras na classe executiva.?

A situação da Macaca é oposta. O time, que já foi líder, estacionou desde que Oswaldo Alvarez saiu. Nenê Santana assumiu interinamente e conseguiu uma boa vitória sobre o Santos, mas logo a seguir vieram um empate com o Internacional e uma derrota para o Flamengo. Zetti estreou contra o Coritiba e nada mudou: derrota por 3 a 0.

?O time tem capacidade e vai dar a volta por cima. Basta voltar a ter aquela garra e entrar em campo como se fosse uma guerra, com todo mundo marcando e apoiando ao mesmo tempo?, prega o meia Danilo.

Apesar dos maus resultados, dois jogadores festejaram a mudança de treinador na Ponte Preta: os meio-campistas Ricardo Conceição e Rafael Ueta, que estavam afastados e ficarão no banco de reservas contra o Palmeiras. Entre os titulares, sai o lateral-esquerdo Iran e volta Bruno.

O Palmeiras também terá mudanças no duelo de hoje. Daniel volta de suspensão e ocupa a vaga de Leonardo Silva, agora suspenso. Corrêa foi mantido na lateral direita, e Baiano vai para o banco. Marcos e Pedrinho, para variar, continuam de fora, enquanto Reinaldo se recuperou de uma entorse no tornozelo e volta ao time.

O duelo paulista, porém, não vale apenas pelos dois treinadores. Para a Ponte, que tem 33 pontos, uma vitória significaria voltar à liderança, a depender do resultado do jogo do Corinthians (34 pontos). O Verdão, com 25 pontos, está na 13.ª posição. Se vencer, entra na zona de classificação para a Copa Sul-Americana.

Ficha técnica

Palmeiras – Sérgio, Corrêa, Daniel, Gamarra e Fabiano; Marcinho Guerreiro, Reinaldo, Juninho e Marcinho; Warley e Gioino. Técnico: Emerson Leão. Ponte Preta – Lauro, Rissut, Galeano, Rafael Santos e Bruno; Ângelo, Carlinhos, Everton, Danilo e Evando; Kahê. Técnico: Zetti. Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP). Assistentes: Márcio Luiz Augusto (SP) e Nilson de Souza Monção (SP). Local: Palestra Itália, em São Paulo. Horário: 20h30.