Por terem sido expulsos na rodada final do Campeonato Brasileiro do ano passado, no empate por 0 a 0 com o Corinthians, no Pacaembu, o volante João Vítor e o meia Valdivia ficaram impedidos de defender o Palmeiras contra o Coruripe na próxima quarta-feira, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, na estreia da Copa do Brasil. O clube, porém, ainda não desistiu da possibilidade, que se desenha como remota, de contar com os dois jogadores no confronto.

Por causa de falta violenta em Jorge Henrique, que provocou a sua expulsão, Valdivia acabou sendo punido com dois jogos de suspensão. João Vítor, por sua vez, pegou apenas uma partida de gancho por causa de uma entrada dura sobre o mesmo atacante corintiano.

O regulamento de competições da CBF prevê que suspensões ocorridas no final de um torneio nacional precisam ser cumpridas na competição seguinte que o jogador punido for disputar. Por isso, Valdivia e João não teriam como encarar o Coruripe. O Palmeiras, porém, pretende entrar nas próximas horas com um novo recurso junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para reverter as punições.

Inicialmente, o clube tentou recorrer contra as suspensões e transferir as mesmas para o Campeonato Brasileiro deste ano, mas não teve sucesso. E, com o pouco tempo hábil para que um novo julgamento dos dois jogadores entre na pauta do STJD, é bem provável que Valdivia e João Vitor realmente desfalquem o time de Luiz Felipe Scolari na próxima quarta-feira. Piraci Oliveira, diretor jurídico do Palmeiras, está liderando a estratégia palmeirense para tentar reverter as punições antes da estreia da Copa do Brasil.

Além de Valdivia e João Vítor, o atacante Luan recebeu cinco jogos de suspensão por ter chutado Jorge Henrique por trás durante confusão no final do clássico com o Corinthians, na rodada final do Brasileirão de 2011. Na ocasião, o palmeirense sequer foi punido com o cartão amarelo pelo fato de o juiz da partida não ter visto a agressão, mas depois ele acabou sendo punido com base em imagens de TV. Mas, de qualquer forma, Luan não teria como atuar diante do Coruripe, pois foi submetido a sua cirurgia no pé esquerdo no mês passado e segue em processo de recuperação.

Valdivia vem disputando por uma posição no time titular com Daniel Carvalho, pois Felipão adiantou que não pretende usar os dois jogadores juntos no atual esquema tático que vem adotando. Já João Vítor atuou como titular nas últimas partidas. Para domingo, contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, pelo Campeonato Paulista, os dois jogadores estão liberados para jogar.

Na última quinta-feira, em treino coletivo realizado sem a presença da imprensa na Academia de Futebol, Felipão definiria o time titular para o confronto com o Botafogo, válido pela 13.ª rodada da competição estadual.