Cada vez mais perto do retorno à elite do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras deu outro passo em busca desse objetivo neste sábado, ao vencer o Sport por 2 a 1, no Pacaembu, pela 24.ª rodada da Série B. Com show de Wesley, que marcou duas vezes em belos chutes de fora da área, o time paulista se distanciou ainda mais do quinto colocado e a confirmação do acesso parece apenas questão de tempo.

O resultado levou o Palmeiras aos 55 pontos, 17 à frente do Icasa, primeira equipe fora da zona de acesso. A distância para a vice-líder Chapecoense, que perdeu na rodada, também aumentou, para nove pontos. No sábado que vem, os comandados de Gilson Kleina voltam a campo para enfrentar o América-RN, às 16h20, novamente no Pacaembu.

Por outro lado, o Sport perdeu a chance de ultrapassar o Icasa e ficar mais próximo do G4, estacionando nos 37 pontos, na sexta colocação. Os pernambucanos também voltam a campo no próximo sábado, quando enfrentarão o Bragantino, em Bragança Paulista.

A partida deste sábado foi tão movimentada que o primeiro gol aconteceu antes mesmo do primeiro minuto, com Wesley. O Sport ainda teve boas oportunidades para empatar, mas o próprio Wesley ampliou no início do segundo tempo. Rithely ainda descontou, mas os gols perdidos e a grande atuação de Fernando Prass selariam a derrota pernambucana.

O JOGO – O Palmeiras começou a todo vapor e não demoraria nem um minuto para abrir o placar. Antes mesmo que o Sport tocasse na bola, Valdivia deu belo drible pela esquerda, tocou para Juninho, que achou Wesley. Mesmo de longe, o meia aproveitou que estava sozinho para bater e foi muito feliz. O chute forte foi parar no ângulo direito do goleiro Magrão.

O gol, no entanto, não assustou o Sport, que foi para cima. Aos cinco minutos, Lucas Lima tentou responder em chute de fora da área, mas Fernando Prass desviou para a linha de fundo. Aos 16, Felipe Azevedo arrancou pela esquerda, cortou Henrique e bateu. O goleiro palmeirense tocou na bola e ela rebateu na trave. No rebote, George Lucas furou e perdeu a chance de deixar tudo igual.

O jogo era muito movimentado e cheio de oportunidades para ambos os lados. Aos 21 minutos, Vinícius deu belo drible e enfiou bola perfeita para Valdivia, que dominou e tocou por cobertura, para fora. Aos 25, o Sport chegou novamente com perigo com Felipe Azevedo, que aproveitou rebote, bateu no canto e exigiu nova grande defesa de Fernando Prass.

A defesa palmeirense expunha toda sua fragilidade e o time só não sofria o empate porque Fernando Prass estava em dia muito inspirado. Aos 33, o goleiro voltou a aparecer bem em chute de longe de Lucas Lima. Aos 38, ele fez grande defesa em desvio à queima-roupa de Felipe Azevedo.

Para corrigir os erros defensivos, Gilson Kleina voltou para o segundo tempo com o volante Charles no lugar do atacante Alan Kardec, e o Palmeiras melhorou. Aos quatro minutos, Pereira saiu jogando errado, a bola sobrou para Valdivia, que tentou novamente por cobertura e dessa vez jogou por cima.

O segundo gol sairia aos oito minutos, depois que Vinícius deu belo toque para Wesley, que avançou e bateu com categoria de fora da área. A vantagem não diminuiu o ímpeto do Palmeiras, que quase marcou o terceiro aos dez minutos, quando Valdivia deixou a bola passar para Vinícius. O atacante bateu no canto, mas Magrão fez grande defesa.

Como no primeiro tempo, a etapa final era extremamente movimentada e o Sport reagiu novamente. Aos 12 minutos, Chumacero aproveitou sobra dentro da área e quase descontou. Sete minutos depois, Lucas Lima fez grande jogada individual, passou por quatro, mas na hora da finalização jogou por cima.

Pouco depois, o zagueiro Tobi foi expulso por falta em Valdivia e a reação pernambucana parecia interrompida. No entanto, Rithely desviou de cabeça cobrança de falta de Marcos Aurélio aos 35 minutos para diminuir. O gol colocou fogo no jogo, mas já era tarde para o time pernambucano.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS X SPORT

PALMEIRAS – Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley (Eguren) e Valdivia (Felipe Menezes); Vinicius, Ananias e Alan Kardec (Charles). Técnico: Gilson Kleina.

SPORT – Magrão; Tobi, Pereira e Vinícius Simon; George Lucas (Chumacero), Anderson Pedra (Ailton), Rithely, Lucas Lima (Oswaldo) e Marcelo Cordeiro; Marcos Aurélio e Felipe Azevedo. Técnico: Geninho.

GOLS – Wesley, aos 57 segundos do primeiro tempo. Wesley, aos oito, e Rithely, aos 35 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Célio Amorim (SC).

CARTÕES AMARELOS – Wesley (Palmeiras); Rithely, Pereira, Felipe Azevedo (Sport).

CARTÃO VERMELHO – Tobi (Sport).

RENDA – 21.054 pagantes (23.550 presentes).

PÚBLICO – R$ 729.525,00.

LOCAL – Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).