Em entrevista ao jornal inglês The Guardian, publicada pelo diário nesta segunda-feira, o técnico Luiz Felipe Scolari entrou em rota de colisão com José Mourinho. O treinador da seleção brasileira descreveu como “razoavelmente boa” sua relação com o técnico do Chelsea, mas criticou o português pelas críticas a Neymar.

“Qualquer técnico gosta de usar a mídia para o seu benefício. Mourinho está fazendo isso. Ele sabe que o Chelsea pode jogar contra o Barcelona na Liga dos Campeões cedo ou tarde e já está jogando a torcida, a imprensa e os árbitros contra o Neymar. É decepcionante e Mourinho não precisa disso. Talvez ele saiba que Neymar está no mesmo nível de Messi e Cristiano Ronaldo e pode realmente complicar o Chelsea”, reclamou Felipão.

Apesar de sua passagem decepcionante pelo Chelsea em 2009, quando foi demitido depois de sete meses, Felipão disse que aceitaria voltar à Inglaterra, inclusive para comandar a equipe de Stamford Bridge novamente. “Fiquei chateado com a minha saída, nós estávamos jogando razoavelmente bem, mas alguns jogadores discordavam das decisões que eu tinha de tomar pelo bem da equipe”, disse.

Scolari se desligou do Chelsea em 2009, mas ainda depende, de certa forma, da equipe inglesa. David Luiz, Ramires e Oscar, constantemente convocados pelo treinador, jogam no clube de Londres. A falta de tempo de jogo de alguns deles preocupa, em especial David Luiz, que deixou de ser titular de José Mourinho.

Das 18 partidas com o treinador, o zagueiro jogou 11. “Eu conversei com o David (Luiz) sobre isso. Ele é um dos melhores defensores do mundo e Mourinho é um cara muito inteligente. Ele não vai deixar o jogador por muito tempo no banco.”