A violência que assola o futebol italiano pode fazer com que os jogadores campeões saiam. Essa é a afirmação do meia brasileiro Kaká, que ficou chocado com a morte de um jovem torcedor, que foi baleado pela polícia, e acabou desencadeando a violência por algumas das principais cidades do país.

A Itália "está perdendo credibilidade", comentou o jogador do Milan ao jornal italiano Gazzetta dello Sport. Ele disse que, "se desencadear uma guerra entre os torcedores mais violentos e a polícia, o futebol da Itália corre sério risco de morrer.

A polícia, que supostamente teria matado um torcedor da Lazio será investigado por homicídio, num episódio que forçou a suspensão de partidas.