Depois de ter sido derrotado no primeiro jogo por 1 a 0, em Campinas, e estar perdendo a partida de volta, o São Paulo conseguiu uma grande virada, venceu a Ponte Preta por 3 a 1, na última quinta-feira, no Morumbi, e garantiu vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Após a partida, o atacante Luis Fabiano exaltou o resultado e agradeceu os mais de 26 mil torcedores que apoiaram a equipe nesta “noite histórica”.

“Durante a semana o time estava pressionado, muitos problemas e precisávamos dar uma resposta. Foi maravilhoso e a torcida ganhou o jogo para gente, incentivou do começo ao fim. Foi uma noite histórica”, declarou o jogador, lembrando da eliminação do Campeonato Paulista contra o Santos e do afastamento do zagueiro Paulo Miranda por parte da diretoria.

O entusiasmo não tomou conta apenas dos jogadores, mas também do técnico Emerson Leão. Ele apontou a reação do São Paulo à pressão, comemorou o resultado e disse que a equipe poderia ter saído do Morumbi com um placar mais elástico pelo futebol que mostrou.

“Fiquei muito satisfeito hoje (quinta-feira). Tínhamos algumas satisfações para dar, coisas a oferecer, pois sabíamos o que nós temos”, comentou. “Se fizéssemos cinco gols não seria demais não. Foi uma atuação bem conduzida e o mérito é diferente. Vencer sempre é bom, para o atleta então é maravilhoso”, completou.

Mais contido, o zagueiro Rhodolfo admitiu que o time havia desanimado com a eliminação no Estadual e com a derrota na partida de ida contra a Ponte Preta, mas garantiu que a alegria voltou com a conquista da vaga. “Acho que pelos dois últimos jogos que a gente fez o grupo deu uma desmotivada, mas é normal por uma eliminação como foi no Paulista. A gente ficou desanimado, estava perdendo a alegria do grupo. Mas a alegria voltou”, disse.

Com a classificação garantida, o São Paulo já pensa na próxima fase da Copa do Brasil. O adversário das quartas de final será o Goiás. A primeira partida acontecerá no Morumbi, enquanto o confronto da volta será no Serra Dourada.