O Paraná Clube não terá o artilheiro Reinaldo para a largada do Campeonato Paranaense, amanhã, às 19h30, na Vila Capanema, frente ao Nacional de Rolândia. A liberação da federação chinesa (seu clube anterior foi o Guangdong Sunray Cave) não chegou, obrigando o técnico Toninho Cecílio a mexer significativamente na formação idealizada ao longo da pré-temporada. Isso porque, além do centroavante, o Tricolor perdeu também o meio-campo Rubinho, lesionado. “Faz parte de um início de temporada. O importante é que temos, hoje, um grupo homogêneo e que me dá condições de fazer essas variações”, comentou o treinador.

A tendência é que Paulo Renê atue mais avançado com a entrada de outro jogador de mobilidade pelo lado esquerdo. Aí, as opções seriam Neverton e Aymen. “Gostei da movimentação do Neverton. É um jogador bastante versátil”, destacou Toninho Cecílio, dando uma pista sobre aquilo que poderá colocar em campo. O treinador, aliás, está satisfeito com a composição do grupo, em especial por esta versatilidade de muitos atletas. “Isso é interessante. Permite uma variação tática sem a necessidade de trocas. Aliás, temos muitos jogadores assim no nosso grupo”, completou.

O treinador inicia o Estadual com o time num 4-3-2-1. A provável formação do Paraná é a seguinte: Luís Carlos, Ângelo, Anderson, Alex Alves e Henrique; Borges, Ricardo Conceição, Lúcio Flávio e Neverton (Aymen); Luisinho e Paulo Renê.

Nacional

O Nacional de Rolândia, do técnico Carlos Nunes está invicto na fase preparatória pro Estadual. O time encarou Paranavaí, Arapongas e Cianorte, em jogos-treino, e manteve a invencibilidade. A equipe provável para o jogo de amanhã é a seguinte: Vinícius; Rafinha, Jonathan, Fernando Presente e Guaru; Jamaica, Doriva, Diogo Bahia e Generozo; Afonso e Catatau.